axilas-compressed

Cinema Ideal – 5 a 11 de Maio

Estreia "Rio Corgo" e "Axilas"

Estreia hoje no Cinema Ideal “Rio Corgo” (20h00), dos luso-suíços Maya Kosa e Sérgio da Costa, e a última obra José Fonseca e Costa, “Axilas” (16h15 e 21h45).

“Rio Corgo” foi o vencedor da competição nacional do DocLisboa 2015, e é o segundo prémio recebido pelos realizadores no festival.

O filme conta a história de Silva, uma figura fora do normal, um velho vagabundo, chega, de trouxa ao ombro, a uma aldeia portuguesa isolada, onde se instala numa casa abandonada. Conhece Ana, com quem cria uma relação de amizade e iniciação. Fascinada por este homem com uma história de vida romanesca, a jovem desliza progressivamente para o seu universo imaginário, povoado de seres sobrenaturais, dos quais a figura principal é a amada e defunta Carolina. Mas Silva sofre estranhas crises que o levam inevitavelmente para o hospital, onde uma dúzia de mulheres benevolentes entram nele.

“Axilas” foi escrito livremente a partir de um conto do escritor brasileiro Rubem Fonseca, e é o derradeiro filme de José Fonseca e Costa.

Lázaro de Jesus é o filho adoptado de uma senhora rica de Lisboa, a quem chama Avó. É ela que o apresenta ao Padrinho, um grande empresário que o toma como seu protegido, e a Angelina, a mulher com quem a Avó pretende que ele se case. Mas Lázaro tem outros interesses ocultos, o mais importante dos quais é uma fixação obsessiva pelas axilas femininas. Quando vê a violinista Maria Pia a tocar, Lázaro apaixona-se de imediato e passa a viver em função dela, o que irá precipitar um final absolutamente imprevisível.

Será um conto do absurdo, insólito a tal ponto que vai fazer rir a partir da matéria de que são compostos acontecimentos pelos quais se chora, embora se saiba que a morte vive dentro de nós desencadeando-se, as mais das vezes, quando por ela não se espera. – José Fonseca e Costa

Para quem ainda não teve oportunidade de ver, está ainda em exibição o mais recente filme de Apichatpong Weerasethakul, “Cemitério de Esplendor” (14h00).

Antes ou depois da sessão, vale a pena fazer uma visita ao Café Ideal, um espaço singular partilhado com a Livraria Metamorfose. Nós passamos por lá e contamos tudo aqui.



Também poderás gostar


There are no comments

Add yours

Pin It on Pinterest

Share This