FAST Racing Neo

Fast Racing Neo | Análise

Aperta bem o cinto de segurança e atinge velocidades vertiginosas em cenários de cortar a respiração!

O dia 10 de Dezembro do ano passado viu chegar Fast Racing Neo à eShop da Wii U. Trata-se de um título de corridas futurista, capaz de trazer à memória de qualquer fã do género os tempos áureos de Wipeout, Extreme G e o igualmente icónico F-Zero da Nintendo. Está a cargo da Shinen, estúdio responsável por Nano Assault e, claro, pelo primeiro título da série FAST, FAST Racing League para a plataforma WiiWare da Wii. FAST Racing Neo captou a minha atenção aquando do lançamento do seu primeiro trailer no ano passado e, fazendo-se acompanhar da revelação da sua exclusividade para a Wii U, depressa percebi que não fui o único. A crítica especializada não se tem poupado a elogios e quando no Rua de Baixo nos chegou a oportunidade de partilharmos convosco as nossas impressões sobre FAST Racing Neo, sentámos-nos confortavelmente nos nossos assentos, apertámos bem os cintos e acelerámos a fundo sem nunca olhar para trás!

Apesar de ter sempre apreciado os jogos nos quais FAST Racing Neo se inspirou, confesso que as minhas habilidades, como condutor de carros antigravidade, cumpriam mas nunca foram as mais exemplares. Por isso estava com algum receio que esse facto viesse a comprometer a minha experiência. Isto porque estamos perante um estilo muito específico de corridas, de culto quase e com toda uma série de características e componentes, transversais aos demais títulos deste género, que o tornam único. Depressa suspirei de alívio pois FAST Racing Neo recebeu-me muito bem.

A sua jogabilidade é extremamente intuitiva e não é preciso muito tempo para perceber que botão faz o quê. Temos os tradicionais botões de acelerar e os que facilitam a dobra das curvas mais apertadas. No entanto, o destaque vai para outros dois: o de turbo e o que alterna a cor do nosso veículo entre o azul e o laranja. Como já devem calcular, tal como no género em que FAST Racing Nep se insere, a velocidade é a palavra-chave. Ao longo das 16 pistas que o jogo tem para nos oferecer, 32 se contarmos com a versão inversa de cada uma, o objectivo é o mesmo. Remover a palavra travão do nosso vocabulário e acelerar até à meta, alcançando velocidades vertiginosas e chegar em primeiro.

Para nos ajudar, vamos encontrar ao longo dos vários percursos uma série de bolas espalhadas pela pista. Passem por elas e vejam a vossa barra de turbo a aumentar. Quantas mais bolas apanharem mais tempo podem usufruir desta componente. Conhecer bem as pistas do jogo e descobrir o momento certo em que deverão aplicar o vosso turbo é ao mesmo tempo desafiante e gratificante quando dão por vocês a aumentar a distancia entre os restantes condutores ou a fazer uma recuperação à primeira vista impossível. Mas há ainda mais uma forma de alcançar velocidade que consiste no já mencionado alternar de cor do nosso veículo. Também em certas secções das pistas do jogo vão encontrar plataformas da cor azul ou laranja, passem por elas com a cor certa e vejam a vossa velocidade a aumentar consideravelmente.

FAST Racing Neo

Claro que isto é mais fácil de dizer do que fazer mas antes de explicar porquê, deixem-me primeiro elogiar as pistas de FAST Racing Neo. Todas elas são deslumbrantes e assentam de tal forma na temática que cada uma delas parece ter sido retirada de uma obra de ficção científica. Imaginem acelerar e passar por baixo de uma serpente gigante que mergulha pelo cenário adentro ou por entre arranha-céus numa metrópole de alta tecnologia, atravessar desfiladeiros, cumes de alpes, oceanos, acelerando e dobrando curvas e contra-curvas a velocidades estonteantes. Toda a acção decorre em constantes 60 FPS e visualmente esta é também uma experiência que surpreende. Se pensarmos bem vamos reparar que não é fácil encontrar, para a Wii U, jogos desenvolvidos por terceiros com um grafismo capaz de rivalizar com os grandes exclusivos da Nintendo. FAST Racing Neo encostou da melhor forma à box da Wii U, com um grafismo que acompanha de forma exemplar toda a acção frenética que decorre no nosso ecrã.

Só que, como se não bastassem os pilotos rivais que sempre que podem embatem contra nós, provocando uma quebra instantânea de velocidade ou, pior, um despiste, também as pistas têm o seu quê de traiçoeiro e sempre que podem mostram-se implacáveis face ao mais pequeno erro que eventualmente possamos cometer. Dobrem bem as curvas e analisem bem o cenário à vossa frente que muitas vezes irá colocar obstáculos que irão testar ao limite a vossa capacidade de reacção. Falo de fortes tempestades de neve ou de areia que podem lançar-vos para fora da pista, de hélices e de terem de ziguezaguear evitando o embate contra as pernas de uma enorme aranha mecânica, enfim… De tudo um pouco.

FAST Racing Neo

Mas não se preocupem os mais inexperientes pois FAST Racing Neo permite que se habituem à sua jogabilidade. Isto se começarem pelo modo Championship onde três ligas distintas esperam por vocês. À medida que as vão percorrendo vão-vos sendo introduzidos os vários percursos do jogo e sempre que sobem de liga, acresce a dificuldade da IA e a velocidade. Claro que não podia faltar também o desbloquear de novos veículos à medida que vão progredindo no jogo. Além do peso, varia também entre eles o alcance de velocidade ou a capacidade de aceleração, alguns preferem uma em detrimento de outra, mas há ainda veículos que trazem consigo um equilíbrio entre estes dois atributos. Só que na verdade as diferenças entre os vários veículos é pouco notória e no meu caso a decisão de conduzir “este ou aquele” dependeu da simples questão: “Este carro parece-me fixe? Sim. Então ‘bora!”

Além do modo Championship a longevidade deste título aumenta com a inclusão do Hero Mode e do tradicional modo Time Attack. O objectivo é correr contra o relógio e conseguir o melhor tempo possível mas cá para mim, o bom deste modo é poder desfrutar das pistas do jogo sozinho, sem ter de me preocupar com mais nada. Só eu e a estrada. Claro que os mais competitivos não foram esquecidos e é por isso que existe também um modo multijogador local e Online. Localmente, podemos correr contra outros três concorrentes em ecrã dividido, ao passo que Online correremos contra até oito jogadores.

Sozinhos ou contra amigos e desconhecidos no modo multijogador, pelo preço de 14,99€ os fãs de jogos de corridas estarão a adquirir uma experiência que qualquer fã do género possuidor de uma Wii U não pode deixar de lado. Aperta bem o cinto de segurança e prepara-te para acelerar e atingir velocidades vertiginosas em pistas incríveis que mais parecem ter saído de um mundo de ficção científica futurista onde és tu que conduzes a tua história rumo à vitória!



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This