Sem Ela – DVD

A primeira longa-metragem de Anna de Palma está disponível em DVD.

A primeira longa-metragem de Anna da Palma, “Sem Ela”, foi recentemente lançada em Portugal, numa edição DVD, disponível no circuito de aluguer e venda directa. Temos cinco dvd’s para oferecer aos nossos leitores mais atentos.

Partindo de um fait divers lido nos jornais, a história intrigante de um skinhead, porém filho de emigrantes portugueses em França, que mata um outro filho de emigrantes, “Sem Ela” é um filme que se debruça sobre a problemática da emigração de forma profunda, com conhecimento de causa, recusando o estereótipo e a caricatura.

Uma família de emigrantes vive dividida entre dois países, duas línguas, duas culturas. Na segunda geração, o dilema coloca-se de forma mais aguda: como viver em paz se não se aceitam as raízes? Esta ideia de duplicidade é inteligentemente explorada no filme.

Johnny (superiormente interpretado por Aurélien Wiik) tem uma irmã gémea, Fanfan (Bérénice Bejo), com a qual mantém uma relação bastante intensa. Ela é a parte terna e luminosa deste casal e, mercê de uma separação violenta, ele envereda pela escuridão, torna-se um enraivecido – esse anti-herói que organiza o seu destino de forma a cair na desgraça.

Mesmo separados, o par mantém-se – como quando se possui duas culturas. Renegar uma delas é amputar uma parte de si próprio. Uma versão do mito de Narciso conta que Echo, a sua irmã gémea, se separa dele, sufocada pelo seu excesso de amor. Profundamente infeliz, Narciso inclina-se, vendo na água a imagem daquela que o abandonou, até se afogar. Se a realidade ultrapassa sempre a nossa imaginação, a mitologia também se adapta à nossa vida presente.

Filmado originalmente em vídeo digital, o filme recusa o excesso de formalismo e aposta na câmara à mão para narrar a deriva e instabilidade do seu protagonista.

“Sem Ela” é uma co-produção luso-francesa, dos Filmes do Tejo e de Les Films de l’Après-Midi, com um elenco de ambas as nacionalidades: aos actores confirmados Aurélien Wiik, Bérenice Bejo e Helena Noguerra, juntam-se os nomes fortes de Vítor Norte, Maria Emília Correia e Isabel de Castro.

Aquando da sua estreia em Portugal em Setembro de 2004, a rua de baixo esteve à conversa com a realizadora Anna de Palma, numa entrevista que podem (e devem) encontrar nos Artigos Relacionados.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This