IMG_9259.CR2

“The Best Exotic Marigold Hotel”

"The Best Exotic Marigold Hotel" é um daqueles filmes que peca por ser um género ainda tão singular nas salas de cinema mundiais

Esta película, datada de 2011 e realizada por John Madden, relata-nos as vivências de um grupo de pessoas numa fase aparentemente difícil das suas vidas. O que têm em comum? A idade! A forma como a sociedade trata os idosos.

Talvez o que mais salte à vista do espectador que assista pela primeira vez ao trailer, ou que tenha acesso ao cartaz deste filme, é sem dúvida o seu grupo de veteranos actores britânicos. Judi Dench, Tom Wilkinson, Celia Imrie, Ronald Pickup, Maggie Smith, Bill Nighy e Penélope Wilton, ao lado do, em comparação, quase estreante Dev Patel, lideram toda uma trama que funciona como um hino ao bem-estar, ao pacifismo, contrastante com uma estranha sociedade que não sabe lidar com os idosos.

Esta longa-metragem conta-nos a história de diversos personagens: Evelyn Greenslade (Judi Dench) uma viúva que após a morte do seu marido não conseguiu lidar com as dívidas do mesmo; Graham Dashwood (Tom Wilkinson), um jurista extremamente bem sucedido, mas que está farto da vida que leva e parte em busca do seu grande amor; Madge (Cellia Imrie), uma divorciada que nada a prende e impede de procurar diversão; Norman (Ronald Pickup), um homem que não aceita a sua idade e não cessa a sua busca por uma noite perfeita; Muriel (Maggie Smith), uma mulher solitária e de poucas falas que apenas pretende melhorar a sua qualidade de vida através de uma operação; Douglas e Jean (Bill Nighy e Penélope Wilton), um casal que vive tempos infelizes e acusa os muitos anos que co-habitam. Estas sete vidas juntam-se, ao acaso, numa viagem à Índia, ao “exótico” Marigold Hotel.

Este Hotel, dirigido por Sonny Kapoor (Dev Patel) nada tem de exótico à primeira vista, apenas o local onde está situado: Jaipur. A par da trama central protagonizada pelo elenco britânico, somos introduzidos numa Índia que detém toda uma sociedade conservadora que impede Sonny (o gerente do hotel) de casar com Sunaina (Tena Desae), uma operadora de call center que não cai nas boas graças da mãe de Sonny.

Todas estas histórias, quezílias e percalços são inseridos nos cenários barulhentos, confusos, mas extremamente belos e reconfortantes de uma Índia que, embora não seja tão luxuosa como foi prometida ao grupo de sete britânicos, acaba por realizar todos os seus desejos e alcançar todas as suas expectativas.

Com uma performance de se lhe tirar o chapéu de Maggie Smith (mundialmente conhecida pelo seu desempenho em Harry Potter), com um argumento extremamente bem construído e apresentado por Ol Parker e uma realização coesa atribuída a John Madden, “The Best Exotic Marigold Hotel” apresenta-se como uma comédia ladeada por drama onde são retratados diversos temas, como o amor, a amizade, a união e até a homossexualidade, com uma simplicidade que torna impossível não colocar um sorriso e uma sensação de bem-estar ao espectador que visualizar este filme.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This