BATIDA, NO AGE E IF LUCY FELL NA SEGUNDA SEMANA DE JAMESON URBAN ROUTES

Sob o epíteto “No Thought Control”, o segundo fim-de-semana de Jameson Urban Routes arranca sexta-feira em noite onde as paredes do Musicbox servirão de contentor para as ideias de uma nova geração. Riding Panico, If Lucy Fell e No Age serão os “rastilhos” para uma noite onde se reflecte sobre as novas expressões do punk rock. Os pratos ficarão entregues a Kutmah e Cvlt.

Para Sábado, está reservada uma viagem pela nova world-music às mãos de Batida, Chancha Via Circuito, Miles Cleret (Soundway Records) e NiggaFox. Um ciclo programático aqui encarregue de mostrar alguns dos melhores exemplos dos novos caminhos da música do mundo.

Os bilhetes para o festival encontram-se à venda em blueticket.pt e locais habituais por €13. Os concertos começam às 00h00.

PROGRAMA
SEXTA . 25 OUTUBRO . 00H | RIDING PANICO + IF LUCY FELL + NO AGE + KUTMAH + CVLT
SÁBADO . 26 OUTUBRO . 00H | BATIDA + MILES CLERET + CHANCHA VIA CIRCUITO + NIGGA FOX

Entrada: €13 com oferta de um Jameson

O segundo fim-de-semana de Jameson Urban Routes não acontece fora do seu tempo, antes é um reflexo do período que vivemos e da urgência em devolver a voz às paredes da cidade. Esta sexta-feira inaugura, assim, com “Homem Elefante”, o novo trabalho de Riding Pânico que, depois de ausência (demasiado) prolongada, voltam às edições em nome próprio. Regresso também para a mistura explosiva de hardcore, indie-rock e punk dos If Lucy Fell, banda de culto que não sobe a palco desde 2011. A fechar o ciclo de concertos, o regresso dos americanos No Age e o seu “An Object”, o recém-editado LP com assinatura Sub Pop. Este quarto trabalho de originais é um grito de libertação e uma reflexão sobre o que sobra da arte quando “escravizada” às leis da mercantilização. A fechar, Kutmah, de quem é impossível falar sem usar o epíteto lançado por Giles Peterson: “he’s the best dj you’ve never heard before”. Visionário do movimento de break-beats de LA, os sets de Kutmah são desenhos de criatividade por entre os universos da música de dança e o hip-hop. A encerrar a noite, o transversal CVLT.

Batida, Chancha Via Circuito, Miles Cleret (Soundway Records) e Nigga Fox vão fazer de Lisboa – a 26 de Outubro – porto de desembarque das novas tendências da World Music, preocupada em criar uma ponte entre as tradições ancestrais e as novas tecnologias da música. E quem melhor que Batida, o projecto afro-mundis de Pedro Coquenão, para dar início esta viagem. No rescaldo de uma no repleto de sucessos ( no qual se inclui a edição internacional pela Soundway Records), Pedro traz ao Musicbox um espectáculo que redescobre a África discográfica dos anos 70 e a actualiza, juntando-lhe a densidade da música de dança de hoje. Seguimos com dj set de Miles Cleret, o homem que transformou o seu trabalho de pesquisa discográfica por países de àfrica e ásia numa das mais entusiasmantes e distintivas editoras mundiais.

Chancha Via Circuito traz-nos aquilo que de melhor se tem feito na actualização e redescoberta das tradições amazónicas. Nome maior da ZZK Records, Chancha chega a Portugal para dar início à tour europeia onde dará a conhecer o seu mais recente trabalho “Rio Arriba”. A fechar, um habitué das Noites Príncipe, Nigga Fox, que se estreou este ano nas edições em nome próprio.



Também poderás gostar


There are no comments

Add yours

Pin It on Pinterest

Share This