BATIDA, NO AGE E IF LUCY FELL NA SEGUNDA SEMANA DE JAMESON URBAN ROUTES

Sob o epíteto “No Thought Control”, o segundo fim-de-semana de Jameson Urban Routes arranca sexta-feira em noite onde as paredes do Musicbox servirão de contentor para as ideias de uma nova geração. Riding Panico, If Lucy Fell e No Age serão os “rastilhos” para uma noite onde se reflecte sobre as novas expressões do punk rock. Os pratos ficarão entregues a Kutmah e Cvlt.

Para Sábado, está reservada uma viagem pela nova world-music às mãos de Batida, Chancha Via Circuito, Miles Cleret (Soundway Records) e NiggaFox. Um ciclo programático aqui encarregue de mostrar alguns dos melhores exemplos dos novos caminhos da música do mundo.

Os bilhetes para o festival encontram-se à venda em blueticket.pt e locais habituais por €13. Os concertos começam às 00h00.

PROGRAMA
SEXTA . 25 OUTUBRO . 00H | RIDING PANICO + IF LUCY FELL + NO AGE + KUTMAH + CVLT
SÁBADO . 26 OUTUBRO . 00H | BATIDA + MILES CLERET + CHANCHA VIA CIRCUITO + NIGGA FOX

Entrada: €13 com oferta de um Jameson

O segundo fim-de-semana de Jameson Urban Routes não acontece fora do seu tempo, antes é um reflexo do período que vivemos e da urgência em devolver a voz às paredes da cidade. Esta sexta-feira inaugura, assim, com “Homem Elefante”, o novo trabalho de Riding Pânico que, depois de ausência (demasiado) prolongada, voltam às edições em nome próprio. Regresso também para a mistura explosiva de hardcore, indie-rock e punk dos If Lucy Fell, banda de culto que não sobe a palco desde 2011. A fechar o ciclo de concertos, o regresso dos americanos No Age e o seu “An Object”, o recém-editado LP com assinatura Sub Pop. Este quarto trabalho de originais é um grito de libertação e uma reflexão sobre o que sobra da arte quando “escravizada” às leis da mercantilização. A fechar, Kutmah, de quem é impossível falar sem usar o epíteto lançado por Giles Peterson: “he’s the best dj you’ve never heard before”. Visionário do movimento de break-beats de LA, os sets de Kutmah são desenhos de criatividade por entre os universos da música de dança e o hip-hop. A encerrar a noite, o transversal CVLT.

Batida, Chancha Via Circuito, Miles Cleret (Soundway Records) e Nigga Fox vão fazer de Lisboa – a 26 de Outubro – porto de desembarque das novas tendências da World Music, preocupada em criar uma ponte entre as tradições ancestrais e as novas tecnologias da música. E quem melhor que Batida, o projecto afro-mundis de Pedro Coquenão, para dar início esta viagem. No rescaldo de uma no repleto de sucessos ( no qual se inclui a edição internacional pela Soundway Records), Pedro traz ao Musicbox um espectáculo que redescobre a África discográfica dos anos 70 e a actualiza, juntando-lhe a densidade da música de dança de hoje. Seguimos com dj set de Miles Cleret, o homem que transformou o seu trabalho de pesquisa discográfica por países de àfrica e ásia numa das mais entusiasmantes e distintivas editoras mundiais.

Chancha Via Circuito traz-nos aquilo que de melhor se tem feito na actualização e redescoberta das tradições amazónicas. Nome maior da ZZK Records, Chancha chega a Portugal para dar início à tour europeia onde dará a conhecer o seu mais recente trabalho “Rio Arriba”. A fechar, um habitué das Noites Príncipe, Nigga Fox, que se estreou este ano nas edições em nome próprio.



There are no comments

Add yours

Pin It on Pinterest

Share This