Dois remos por remador

Inauguração da exposição de José Loureiro, Dois remos por remador, no dia 2 de Setembro, às 22h, na Galeria da Culturgest no Porto.

Antes da densa e pormenorizada apresentação em Lisboa do seu trabalho de desenho no período entre 1990 e 1996, a Culturgest acolhe no Porto uma outra exposição de José Loureiro, que contrasta em tudo com aquela: quatro grandes pinturas, inscritas com precisão cirúrgica na arquitectura do espaço expositivo, dão conta, de modo parcimonioso mas incisivo, dos mais recentes desenvolvimentos da sua pintura. Desde 1994, mais concretamente, desde a série Palavras Cruzadas, o artista tem-se dedicado a uma aturada pesquisa no campo da pintura abstracta, introduzindo e explorando, uma série após outra, novas ideias (visuais) e possibilidades, num permanente e inconformado questionamento sobre a pintura, sobre o fazer da pintura, mas também sobre o seu lugar e o seu sentido num mundo sobrecarregado de imagens e de mensagens. No transcorrer dessa prática, ao longo de dezassete anos, observamos um movimento espiralado de mudança, que caminha no sentido de uma progressiva depuração, de uma crescente elementaridade, desde as pinturas saturadas de grelhas ou de tramas de bolas, produzidas entre 1994 e 1998, até chegar a estas pinturas de ecrãs brancos dinamizados por “molduras” de intensa vibração e de concentrada energia.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This