Festival Materiais Diversos faz renascer a história da dança até Sábado

Depois de um arranque de Festival com salas esgotadas, o Materiais Diversos prepara-se para uma segunda semana repleta de propostas de dança, música e teatro até Sábado. Comecemos por Fabián Barba que trará a Torres Novas a recriação de 9 solos da coreógrafa alemã Mary Wigman que, no início da década de trinta, cruza o Oceano Atlântico com os seus recitais de dança expressionista, mudando para sempre a paisagem de dança nos Estados Unidos. Tendo como ponto de partida estas performances, Fabián traz-nos um recital re-interpretado com base em vídeos e fotografias, textos escritos pela coreógrafa e críticas em jornais da época.

foco Mary Wigman completa-se com a projecção de um documentário sobre a coreógrafa e uma conferência, quarta-feira, na Biblioteca Municipal de Torres Novas, que abordará a sua experiência como bailarino em dois contextos distintos – na Bélgica e no Equador -, e como os paradoxos na percepção do que é a contemporaneidade na dança o levam a conceber projectos como A Mary Wigman Dance Evening que estará em cena quinta-feira, no Teatro Virgínia.

Na Sexta-feira, Capicua animará a noite de Minde, na Fábrica de Cultura, depois de Francisco Campose Leonor Keil apresentarem a peça de teatro e dança, Insight.

Nos Limites chega a Minde, no Sábado, e é uma peça de dança terna que evoca a ausência sem pudor.Mathias Pilet Alexandre Fournier preparavam um espectáculo, quando se cruzaram com Fabrice Champion, consagrado ex-trapezista da Arts Sauts, paralisado depois de um trágico acidente decorrido durante um ensaio. Motivado pelo talento raro dos dois jovens, Fabrice regressa aos palcos para com eles criar um espectáculo acrobático mas o processo é interrompido pela sua morte precoce, em 2011. É então que Mathias e Alexandre decidem tomar as rédeas de Acrobates. Por acaso do destino, o coreógrafo Radhouane El Meddeb assiste a um ensaio e torna-se prontamente cúmplice, assumindo a direcção artística da criação. Deste encontro entre o novo circo e a dança, nasce Nos Limites, a proposta que é agora apresentada no Festival.

O encerramento do Materiais Diversos far-se-á em dose dupla. Sofia Silva apresentará, Sábado, no Centro Cultural do Cartaxo, Tempo do Corpo, um espectáculo realizado com pessoas maiores de 65 anos da comunidade. Por seu turno, a Companhia Clara Andermatt levará ao Teatro Virgínia o seu aclamadoFica no Singelo, onde universos tradicionais portugueses são resgatados e reinterpretados, despertando a dimensão relacional e lúdica da dança.

Um Festival com forte envolvimento da comunidade onde, para além de propostas de dança, música e teatro, se trocam ideias e experiências e se dança pela noite dentro com DJs que invadem a Fábrica de Cultura.
Uma “Casa no Campo” com vista para as artes.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This