James Blake | «Retrograde»

James Blake | «Retrograde»

Primeiro single de avanço do segundo álbum de originais "Outgrown"

O álbum homónimo de 2011 fez com que James Blake deixasse por definitivo o anonimato ainda mantido depois do lançamento da pouco anónima “CYMK”. O reconhecimento foi quase imediato e a sua assinatura de soul electrónico foi aclamada, fazendo-o figurar nas listas dos melhores do ano. No entanto houve quem logo começasse a duvidar se Blake não se trataria de mais um one-trick pony e que depressa se sufocaria a si mesmo na sua idiossincrática cápsula.

Eis que chega «Retrograde», o primeiro single de avanço do segundo álbum de originais “Outgrown“, com lançamento previsto para 8 de Abril. E se os requintes de intimismo futurista da produção só a ele poderiam ser atribuídos. Este não é o mesmo menino-prodígio que nos deleitou com o enamoramento electrónico em modo soul, ora em nome próprio ou em versões extremas de Joni Mitchell e Feist. Desde as primeiras notas que se nota uma nova maturidade em Blake e, por muito aliciante fosse de assim adjectivar logo à partida, existe um doloroso desencanto na forma como canta, distante da suave e juvenil melancolia de temas como «Unluck». O vídeo lançado há poucos dias reflecte essa sensação de abandono de inocência dos versos, uma catastrófica revisitação de uma doce memória passada prestes a ser eviscerada pela verdade (ou um meteoro) e a deixar para trás nada mais que destruição e solidão. Quando o refrão chega e brade ‘Suddenly I’m hit’ é certeiro e implacável como uma flecha e perfeitamente devastador. Nesse preciso momento é impossível não ter a certeza de que a história de James Blake só agora começou.

«Retrograde» foi hoje lançado digitalmente no iTunes e o vídeo, realizado por Martin de Thurah, é este:



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This