rdb_mariamellow_i01

Maria Mellow

A “mãe” dos artesãos e artistas Portugueses.

Maria Mellow é uma galinha! Melhor dizendo, uma mãe galinha concebida para albergar todos os seus filhos, isto é, os artistas e artesãos portugueses incluindo também os internacionais (olá globalização). É um website para promover e divulgar os trabalhos e os artistas. Uma acção de empreendorismo especialmente para divulgar o que melhor se faz em Portugal e reavivar o artesanal, valorizando o que é feito individualmente e o que é único, descartando o feito em série e industrializado. O mundo anseia pelo artesanal, por peças que são feitas únicas e com um especial carinho e amor. Fomos descobrir a “Maria” por detrás deste projecto e através de um papo a papo por email descobrimos uma verdadeira Portuguesa, uma activista, uma combatente.

O website – Maria Mellow nasce nas mãos de uma assumida Alfacinha de Gema, Joana Ferrão, uma jovem trintona que, além de ser “A” mãe Mellow é também a orgulhosa mãe de uma Mariana de 11 aninhos, “A minha total e exclusiva fonte de inspiração para cada dia que acontece(..)” revela que “É por ela e por todas as Marianas do mundo que vale a pena não desistir por uma sociedade mais justa e mais coerente!”. Confessa-se uma aventureira que ainda se considera turista na sua própria cidade visto ainda haver muito por descobrir na grande Lisboa, “Não há cidade como Lisboa!”. Joana ambicionava ser bailarina enquanto pequena mas cresceu a enveredar pelo mundo das tecnologias, embora mostre-se curiosa e ávida. “Demorei a crescer e ainda mantenho uma pequenina costela de peter pan. Sempre quis voar mas nunca tive asas. Sempre quis dar a volta ao mundo mas nunca consegui reunir as condições necessárias. Mas… se não giro à volta do mundo, faço o mundo girar sobre mim!”. Engrandeceu numa família artística, de músicos, jornalistas, escritores, artistas e artesãos, sempre envolta neste mundo afirma. “Cresci a respirar artes manuais e a valorizar o bem-fazer.”

Joana explica esta sua vertente patriótica pelo que é Português e artesanal:

“Embora me identifique cada vez menos com as politiquices e desgovernação dos nossos governantes, serei sempre portuguesa, há que defender o que é nosso, o que é construído por nós no nosso país, ou por portugueses além-fronteiras. Se não formos nós a defender o que nos resta, contaremos com quem? E foi por isto que decidi ajudar alguns dos profissionais mais desprotegidos e menos valorizados do nosso país: os artesãos. E vai daí… Nasce o projecto! Nasce não só da vontade de ajudar, mas também de mudar, de evoluir de fazer algo diferente. Estar há 15 anos ligada à mesma profissão já não me traz nada de novo. Acredito no projecto, acredito no valor de todos os envolvidos, acredito no bom sucesso do conceito, acredito que a ambição não ficará por aqui e todos os dias existirão novos desafios que farão da Maria Mellow um exemplo no mercado!”

Maria Mellow from Joana Ferrao on Vimeo.

Joana é uma grande fonte de inspiração, de dinamismo e entusiasmo para os jovens e virtuosos artistas e artesãos pelo mundo fora, uma grande força da natureza que nos mostra que é possível ter esperança e empreender no que é Português e na arte de bem-fazer!

Que pessoas estão por detrás deste projecto?

O projecto foi pensado e desenvolvido por mim, Joana Ferrão, sendo também da minha inteira responsabilidade a sua gestão e funcionamento. De realçar que a concretização deste projecto só foi possível devido à extraordinária adesão de todos os criadores envolvidos e devido à ajuda fabulosa de alguns amigos e familiares que colaboraram exaustivamente na elaboração do conceito.

Porquê Maria Mellow? De onde surgiu este nome?

O nome surge também da pesudo-criatividade genuína da mentora e fundadora do projecto. Soa bem e fica no ouvido!

De onde surgiu esta ideia?

A ideia surge numa altura em que me apercebo, com muita tristeza, que se banaliza as artes manuais em Portugal, cujo valor é cada vez mais esquecido e ostracizado. Surge também de uma necessidade de contrariar tendências e dar a conhecer, divulgando, os nossos melhores artistas e artesãos portugueses, não os deixando cair em esquecimento.

Em época de crise, onde quem nos governa sugere às camadas jovens e promissoras que procurem alternativas profissionais fora do país, pretendo que este projecto seja um exemplo de empreendedorismo e perseverança, investindo na promoção dos artesãos que lutam, a maior parte das vezes sem sucesso, para dar a conhecer ao grande público a qualidade e originalidade das suas obras.

Confio na criatividade e no dinamismo de todos, acreditando que esta iniciativa será, dentro em breve, um sucesso de visitas e de vendas, de modo a contrariar e combater o pessimismo veiculado pelas notícias com que passámos a ser bombardeados a toda a hora.

Pretendem estender este projecto a outros países? Traduzir o site para outros idiomas?

Neste momento, e inicialmente, foco o conceito do projecto para o mercado nacional. Embora defendendo e valorizando a produção nacional, não fiquei alheia ao artesanato internacional até porque chegaram à Maria Mellow propostas de artesãos europeus interessados em divulgar, através do projecto, as suas criações. Por tal motivo, dou também oportunidade para que apresentem os seus trabalhos, ajudando assim à sua divulgação. Por isto, caso surja interesse, ou mercado, a nível internacional poderei ponderar a divulgação/promoção do conceito do projecto além-fronteiras.

Quais os projectos que mais gostaram de divulgar? Têm favoritos?

Assumindo e defendendo o projecto como uma união criativa, a Maria Mellow valoriza todos os que se associaram da mesma forma, com o mesmo carinho e admiração. Foi criado exclusivamente para os artesãos um espaço semanal, no site oficial e apelidado de Criador da Semana, onde se divulga e dá a conhecer um pouco de cada um dos artesãos, o seu portefólio, o percurso profissional, o seus objectivos, de onde vêm, até onde pretendem chegar, o que gostam de ler, de comer, etc.

Como fazem a vossa escolha? Quais as bases das vossas escolhas de artistas a divulgar?

O único critério é a criatividade! Afinal de contas não somos todos criativos? E por isto mesmo o poleiro, como carinhosamente é tratado por todos, funciona 24 horas por dia e recebe todo e qualquer artesão das diferentes artes e ofícios que ao projecto se queira associar.

Recebem muitos pedidos de artistas para divulgarem os seus trabalhos? Costumam procurar artistas para divulgar?

Temos recebido diariamente dezenas de emails a felicitarem-nos pelo projecto e outros tantos de artesãos, que devido à publicidade nas diversas redes sociais ou por outras vias tiveram agora conhecimento do projecto e solicitam adesão, fazem perguntas ou apenas deixam o seu testemunho de solidariedade e entusiasmo. As estatísticas no nosso site oficial e redes sociais dizem-nos que temos dezenas de milhares de visitas, em menos de um mês, pelo mundo inteiro e centenas de visitas diárias! Melhor? Impossível!

 

Sendo assim, já não têm desculpa para não conhecer o que melhor se faz por cá e talvez fazer umas comprinhas nacionais e originais a pensar no Natal e  num Portugal que necessita de um apoio incondicional dos portugueses, que confiem no que é português e apoiem estes artesãos portugueses! Se és um artista ou artesão podes facilmente aderir a este projecto e ver os teus trabalhos expostos e comercializados, não percas tempo e contacta a “mãe Mellow”.

Dêem um pulinho ao mundo da Maria Mellow. Podem também encontrar a Maria no Facebook.

Um especial agradecimento à Joana Mellow não só pela disponibilidade e facilitação de informações sobre este projecto mas também pelo contributo que está a fazer para o nosso belo Portugal. Obrigado a todas as Joanas.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This