Novas edições da obra de José Saramago

Novas edições da obra de José Saramago

Porto Editora reedita nove livros do Nobel português

A Porto Editora prometeu e cumpriu. Estão já hoje nos escaparates nove livros da autoria de José Saramago, fruto do matrimónio entre o maior grupo editorial do país e as herdeiras da obra de um dos nomes grandes da literatura portuguesa.

Presentes na Casa dos Bicos, sede da Fundação José Saramago, Pilar del Rio e Violante Saramago estavam visivelmente emocionadas com esta união, algo que a filha de Saramago fez questão de sublinhar ao lembrar a vontade do pai em ter todo o seu espólio literário associado a uma editora portuguesa.

A cerimónia foi conduzida por António Manuel Valente que não escondeu o orgulho de ter um nome como Saramago nas fileiras da Porto Editora, empresa que faz parte do grupo que organiza o consagrado galardão literário “Prémio José Saramago”.

Vasco Teixeira, administrador da Porto Editora, congratulou a escolha das herdeiras e a confiança depositada na instituição que representa, adiantando que esta parceria vai também encontrar ecos práticos em termos de apoio direto à Fundação José Saramago para que a mesma possa manter a missão de divulgar devidamente a obra e vida do autor de “O Memorial do Convento”.

Quanto ao lançamento propriamente dito, estamos perante nove títulos que foram sujeitos a pequenas afinações relativamente a gralhas e imperfeições através de um processo rigoroso e profissional, garante Manuel Valente. Mas as maiores diferenças entre estes livros e as anteriores edições acontecem a nível gráfico.

Fruto de um notável trabalho criativo da responsabilidade do atelier silvadesigners, as capas destes novos livros contaram com o contributo de nomes como Álvaro Siza Vieira, Baptista-Bastos, Eduardo Lourenço, Dulce Maria Cardoso, Gonçalo M. Tavares, Júlio Pomar, Lídia Jorge, Mário de Carvalho e Valter Hugo Mãe, autores que emprestaram a sua caligrafia por forma a escrever o título de cada obra, um gesto singelo que pretende agradecer o muito que o escritor natural da aldeia da Azinhaga fez pela literatura portuguesa.

Para além dos livros apresentados (“A Caverna”, “A Noite”, “A Viagem do Elefante”, “As intermitências da Morte”, “As Pequenas Memória”, “Ensaio sobre a Lucidez”, “História do Cerco de Lisboa”, “Manual de Pintura e Caligrafia” e “O Homem Duplicado”), foi anunciado que esta coleção vai ter no total cerca de 40 títulos e que o lançamento dos restantes vai depender da caducidade legal que os liga à antiga editora, ainda que Pilar del Rio estime que a mesma poderá estar completa daqui a cerca de dois anos.

Com a Feira do Livro a decorrer, e num ano em que a Porto Editora apaga as 70 velas, Vasco Teixeira relembrou ainda a existência de dois pavilhões especiais dedicados a José Saramago e Fernando Pessoa naquele que é o maior certame de divulgação literária do país.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This