rdb_sonya57_header

Sony Alpha SLT-A57K

Câmara multifuncional perfeita para o fotografo amador

A Sony SLT-A57K é uma DSLR com a tecnologia do espelho translúcido, que evita os movimentos de deslocamento do espelho, e obriga a um visor/ecrã electrónico.

Para quem queira saber medições, testes técnicos muito pormenorizados, análise exaustiva de menus e similares podem ir aqui que eu não vou fazer nada disso.

Há alguns anos, uma revista francesa de fotografia já desaparecida, entregava material para review a fotógrafos conhecidos, que o usavam no seu dia-a-dia normal e no final diziam de sua justiça. Este é o método que prefiro seguir quando experimento material, e aqui ficam as minhas notas sobre esta máquina.

Em primeiro lugar quero aproveitar para deixar um recado a todos os fabricantes de lentes, as vossas lentes 18-55 f:3.5-5.6 são medíocres e não fazem justiça aos sensores das máquinas em que estão montadas, já era tempo de desenharem um zoom de entrada de gama de melhor qualidade. Para uma utilização sem grandes exigência e com luz abundante até podem parecer razoáveis, mas noutras condições as suas limitações (nomeadamente as aberturas máximas) tornam-se óbvias.

Uma vez feito este ponto prévio, falemos então da máquina em si.

Foi muito agradável trabalhar com a Sony A57. Os únicos pontos negativos que lhe encontrei foram os seguintes:

– Sistema de menus complicado e que me atrapalhou várias vezes;
– Tendência para sobre-expor quando em modo JPG;
– Visor electrónico obriga a ter a câmara ligada para observar pelo visor;
– Ruído de operação muitíssimo elevado quando captura um panorama;
Software de gestão de imagens medíocre (tal como o de todos os outros fabricantes).

Utilizei maioritariamente a Sony em reportagens que fiz em peças de teatro, ambientes nocturnos citadinos e eventos, tudo com pouca luz e grandes contrastes de iluminação. A maioria das vezes fotografei com ISOs elevados e sempre utilizando o formato RAW proprietário da Sony (a excepção foi o modo panorama – sample 1 // sample 2 que captura directamente em jpg). Os resultados foram bastante bons tendo em conta a performance do conjunto máquina+lente, e, embora não substitua material profissional, é perfeitamente adequada para muitas utilizações amadoras.

Quando usada em modo vídeo, estava curioso para ver a performance do autofocus, este funcionou bem tendo em conta as condições em que o obriguei a trabalhar.  Gostava de a ter podido experimentar com lentes de qualidade profissional para conseguir levar o sensor ao limite.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This