Um Homem a Abater

“Um homem a abater”

Quando a vingança não se serve assim tão fria

Costuma dizer-se solenemente: “A vingança serve-se fria”. Em “Um Homem a Abater”, a vingança serve de motor ao thriller conduzido por Niels Arden Oplev (conhecido pela trilogia “Millenium”).

Victor é interpretado por Colin Farrel e Beatrice por Noomi Rapace. Ambos são solitários, bonitos e, coincidentemente, vizinhos. Os dois desejam vingança. Victor deseja matar o chefe, Alphonse (Terrence Howard), líder de um gang nova-iorquino, para vingar a morte da sua família. Beatrice deseja matar o condutor alcoólico que lhe desfigurou metade da cara. Quando Victor, supostamente um bandido inteligente, mata um homem, no seu apartamento, mesmo à frente de uma janela, é Beatrice quem assiste a esse evento desde o seu apartamento. Desde aí, chantageia-o para que ele aniquile o seu objecto de vingança. Seguem-se vários encontros para ultimarem os seus planos de vingança. Pelo meio, surge um romance impossível, com química a “meia chama”, onde até constam conversas sobre tupperwares.

Isabelle Huppert e Faridh Murray Abraham entram aqui nos papéis de apoio aos personagens principais. Huppert faz o papel de mãe, um pouco surda e algo excêntrica, que tenta fazer um arranjinho entre a filha e o bonitão, Victor. Abraham é o tio da mulher de Victor, que também deseja vingança, pois claro está; fornece-lhe toda a parafernália de espião de alta tecnologia para que ele faça chantagem do mais alto nível ao seu inimigo e chefe, Alphonse. Um momento bonito entre tio e sobrinho (in-law) é quando os dois estão sentados a uma mesa, em plena rua, e começa a cair uma chuva que nunca chega a atingi-los. Onde é que será que se arranja chuva desta?

Dois terços do filme marinam numa acção lenta, com diálogos pouco convincentes e uma trama de gato e rato, ou mesmo ratazanas. De repente, a acção acelera e faz com que, no fim, os bandidos estejam todos na mesma toca com Noomi Rapace, feita donzela refém. O herói que tudo sabe, não vai de modos e, feito um hillbilly, entra dentro de casa com o jipe onde avia tudo e todos, e ainda, recupera a sua amada, com a qual lhe esperará, certamente, um final feliz.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This