“Vazio” | Catarina Sobral

“Vazio” | Catarina Sobral

Palavras para quê?

Catarina Sobral está em grande. Depois de “Greve” e “Achimpa”, livros que nos deram a conhecer a sua técnica de desenho experimental construída com uma grande dose de alma, a ilustradora portuguesa venceu este ano um prestigiado prémio internacional de ilustração, atribuído pela Feira Infantil de Bolonha ao livro “O meu avô”, um pequeno tratado sobre a vida e o que dela retiramos antes de empreendermos a grande viagem.

Vazio” (Pato Lógico, 2014), o seu mais recente trabalho, integra a série Imagens que Contam, da qual fazem também parte “Capital”, de Afonso Cruz, “Bestial”, de André da Loba, e “Sombras”, de Marta Monteiro.

O livro tem como protagonista um homem insatisfeito, que vagueia pela modernidade de uma cidade incapaz de retirar dela algo que preencha o seu enorme vazio interior. Não é que não procure ajuda ou tente contrariar esse estado de espírito, mas a melancolia parece estar impressa em todo o seu ser: o médico examina-o, faz-lhe uma série de exames mas não detecta nada de invulgar no seu corpo; os alimentos do supermercado, apesar da grande variedade, não lhe despertam sensações de prazer; as flores do parque são bonitas mas estão condenadas a uma triste efemeridade. Até que, num improvável dia de chuva, o seu coração começa finalmente a bater…

Fábula silenciosa sobre uma modernidade assente na vertigem tecnológica e na comunicação à distância, “Vazio” recupera a necessidade do contacto humano como forma de preencher o vazio que em cada um de nós habita, e para o qual não existe qualquer medicação que não traga efeitos secundários indesejáveis.

Com apenas uma mão cheia de livros, é puro deleite perceber que, apesar dos diferentes temas e abordagens, Catarina Sobral impôs já o seu estilo muito particular, do qual fazem parte ilustrações que habitam texturas e um desejo de experimentação que nos faz entrar num mundo de pura magia que, em “Vazio”, nos surge silenciosa. Com ilustrações destas, quem precisará de palavras?



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This