BeautifyJunkyards-1 Lois Gray

Beautify Junkyards com novo álbum

«Aquarius» é o primeiro avanço.

Uma banda portuguesa formada em Lisboa, em meados de 2012 e que mistura a folk com sonoridades cósmicas. Um colectivo que desafia as leis da natureza folkiana com um imaginário de sonoridades ambientais.

Umas vezes em português, outras em inglês, em dueto («Song for naturalist’s wife»), em momento de isolamento social, as músicas tornam-se levianas e permitem-nos ouvi-las em qualquer espaço ou lugar. As melodias mais calmas tornam-se numa relação perfeita entre o meio ambiente e as vozes do colectivo, como em «Another Day», onde a canção se torna frágil e melancólica.

O novo álbum “The invisible world of Beautify Junkyards” chega às lojas a 9 de Março e marca a evolução do espírito colectivo da banda.

O álbum começa com «Ghost Dance», provavelmente, a melhor música do álbum, onde a ligação aos Beach House está muito presente.

Neste álbum mostram-nos mais músicas em português, ambientes cada vez mais atmosféricos e a presença de Helena Espvali (novo membro) leva o colectivo a uma sonoridade mais experimental.

«Aquarius» o primeiro single mostra-nos a verdadeira essência da banda, do experimentalismo às sonoridades ambientais e cósmicas. Em suma, este novo álbum é uma evolução da banda para um patamar espacial da folk que, por vezes, não é muito apreciada no nosso país.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This