Dez Anos é Muito Tempo

Dez Anos é Muito Tempo

Os destaques do mundo da música na semana de 7 de Julho de 2004

Em Portugal

– Mark Lanegan e Motörhead são confirmados no Festival Paredes de Coura.

– Dido actua nos Jardins de Belém.

– Festival do Dragão é cancelado.

– Massive Attack fecham cartaz do Festival Sudoeste.

Disco da Semana

The Futureheads | “The Futureheads”

Em 2004, a fórmula era esta: pegar nos ensinamentos pós-punk gingões dos Gang of Four e fazer as delícias dos pés mais irrequietos. Por esta altura, a receita do sucesso tinha sido posta em prática apenas pelos Franz Ferdinand, a primeira e mais entusiasmante banda desta vaga. Talvez resida aí a razão da boa recepção à estreia dos Futureheads. Nem 365 dias depois, as estreias dos Kaiser Chiefs e Maximo Park soariam mais frescas e interessantes.


Outros álbuns editados

The (International) Noise Conspiracy | “Armed Love”
The Fiery Furnaces | “Blueberry Boat”
Christina Milian | “It’s About Time”
Shifty | “Happy Love Sick”

Citações
– “Estou mesmo chateado pois estes últimos dez meses de digressão foram fantásticos. Mal posso esperar pela minha recuperação e pelo regresso ao trabalho. Uma coisa vos digo: não vou escrever nenhuma canção sobre isto.” (David Bowie)

– “O meu lado ambicioso ficou um bocado desapontado quando nos disseram que éramos uma segunda escolha, relativamente ao David Bowie” (Dan Hawkins, guitarrista dos The Darkness, depois do anúncio da substituição de David Bowie no T in the Park)



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This