unnamed (9)

Festin – “A Lenda do Gato Preto”

Ganha convites duplos.

A 7ª Edição do Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa (FESTin) começa dia 4 de maio, quarta-feira, às 21h, com a presença de diretores de cinema, cineastas, atores, jornalistas, autoridades e o público amante da Sétima Arte.

Setenta e quatro filmes, entre longas, curtas-metragens e documentários, serão exibidos no Cinema São Jorge de Lisboa, o que torna a capital portuguesa a maior anfitriã de obras cinematográficas faladas em português.

A competição de longas de ficção traz onze filmes, a de documentários seis e a de curtas vinte. Para além destas, seguem outras secções tradicionais, como a Mostra de Cinema Brasileiro, a Mostra de Inclusão Social, o FESTin +, a Festinha e, para reforçar o aspeto experimental do festival a nova rubrica FESTin Arte.

A LENDA DO GATO PRETO

Sinopse: Sertão do Nordeste brasileiro, tempos atrás. Um grupo de ciganos acampa nos arredores de Quixadá, seguindo a previsão de que um novo tempo se anuncia. Ali passam semanas mudando a paisagem, interferindo no quotidiano do pequeno lugarejo. Aos poucos se integram na vida da cidade e, usando a habilidade para o comércio, fazem da feira o seu ponto de negócios. Um pequeno grupo de ciganos envolve-se numa grande confusão após a esposa de um comerciante local atropelar um Gato Preto, animal de estimação de uma Cigana. Conflito que finda por expulsar a todos os ciganos da cidade. Anos depois, Mariana, sente-se tomada por uma força que a faz correr pelas ruas de Quixadá e subir pela parte mais íngreme da Pedra do Cruzeiro. A Cigana do gato morto retorna a Quixadá, agora dona do famoso Circo Estrela do Oriente. O seu filho e Mariana têm um romance proibido que mudará o rumo da história.

Prémios: Troféu Ouro de Direitos Humanos/ Human Rights Gold Award, na Indonésia (2015)

Biografia do realizador:Realizador, produtor e diretor. Pós-Graduado em Audiovisual em Meios Electrónicos pela Universidade Federal do Ceará. Fundador da Associação de Cinema e Vídeo de Quixadá e do Cine Clube Mestre Adolfo, o primeiro do sertão cearense e do Cine Clube Avenida. Idealizou o Quixadá Mostra Cinema e coordena a Produção do Festival de Jericoacoara – Cinema Digital. É realizador dos filmes O Auto da Camisinha e Ô Casamento e Magé, produtor executivo de Mãe de Santo, teu nome é Zimá e produtor em O Quinze,Corisco e DadáCampo Branco, entre outros.

 

PASSATEMPO

Temos 5 convites duplos para a sessão de “A LENDA DO GATO PRETO” (Com a presença do realizador Clébio Viriato Ribeiro e da atriz Jane Azeredo) –  Terça-feira, 10 de maio, 20h30, Sala 3 – Cinema São Jorge – Lisboa. Preenche o formulário em baixo respondendo a esta pergunta: Qual o país com maior número de filmes na edição deste ano do festival?

O seu nome (obrigatório)

O seu email (obrigatório)

BI

Resposta



Também poderás gostar


There are no comments

Add yours

Pin It on Pinterest

Share This