f4f_day4_01

Football for Friendship | Dia 4

Dia “Final”.

Apesar de, para quase todo o mundo, o grande evento do dia 1 de Junho ser a final da Liga dos Campeões, para alguns o jogo mais importante disputava-se logo nessa manhã. No campo de futebol montado em plena Plaza Mayor de Madrid evoluiriam as equipas Antigua Racer e Tasmanian Devil que tinham suplantado todos os seus rivais ao longo das diversas eliminatórias, levadas a cabo na véspera. Sublinhando a importância desta partida e, essencialmente, de todo o programa organizado pela Gazprom através do Football for Friendship, algumas figuras do futebol mundial marcaram presença nas bancadas. Nomes como Marco Materazzi, Andrei Arshavin, Alexey Smertin, Dmitrii Sychev, juntamente com os embaixadores da UEFA Selia Sasic e o português Ricardo Carvalho tiveram contacto directo com os jovens participantes do F4F, algo que será um momento inolvidável para todos, e que traduz uma das metas da iniciativa: estreitar a distâncias entre os jovens e os seus ídolos, aqueles que conseguiram materializar os sonhos que os mais pequenos partilham.

A nível desportiva há a destacar a vitória dos Antigua Racer que, após o empate registado durante o tempo regular, suplantaram os Tasmanian Devil na marcação das grandes penalidades. A equipa levou para casa o troféu desta sétima edição do Football for Friendship, que lhe foi entregue pelas mãos de Roberto Carlos, que sabem bem como segurar taças e foi presença constante no calendário do F4F 2019 em Madrid. Lasonas Toumazos foi o treinador dos Antigua Racer, ele que participou em anos anteriores como jogador, aproveitando o plano de evolução que o F4F proporciona. Após o triunfo, o cipriota mostrava-se orgulhoso: “Os jogadores mereceram esta vitória, dado que treinaram na perfeição. Os meus pupilos envolveram-se a fundo, mostraram-se capazes de ouvir e apoiar-se mutuamente. Estou certo que em caso de derrota sentiriam a honra na mesma, e não culpariam os colegas por isso. O trabalho de equipa é mais precioso que as ambições pessoais, e isso é verdadeiramente formidável”.

De realçar que o torneio envolveu 32 equipas formadas por rapazes e raparigas das mais diversas origens e com diferentes capacidades físicas, tendo os membros das mesmas travado conhecimento ao longo dos jogos e do plano de actividades complementar que teve lugar nas instalação do parque de campismo El Escorial (que visitámos dias antes). Além dos treinos para o torneio de futebol, os jovens participantes, com 12 anos de idade, estudaram desporto e disciplinas humanitárias, num esquema educacional que se dedica a difundir os valores humanos do Football for Friendship.

Para todos os participantes o Football for Friendship tinha um estupendo e merecido prémio final: a possibilidade de assistir no Estádio Metropolitano à partida entre Tottenham e Liverpool, na qual se disputou o título de campeão europeu de clubes. Um mimo que todos manterão para sempre na memória, e que foi a cereja no topo do bolo de uma semana de convívio e aprendizagem incalculável.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This