rdb_frames_header

FRAMES – PORTUGUESE FILM FESTIVAL

A primeira edição do FRAMES – Portuguese Film Festival acontecerá de 25 a 30 de Novembro em Estocolmo, na Filmhuset

A primeira edição do FRAMES – Portuguese Film Festival acontecerá de 25 a 30 de Novembro em Estocolmo, na Filmhuset. O primeiro festival de cinema português na Suécia, com direção de Fernanda Torre e Carlos Pereira, conta com curadoria de João Laia e programação de Rui Pereira (Zero em Comportamento | Portugal Film). Com organização da UNG FAPS, do Centro de Língua Portuguesa/Instituto Camões, do HögskolanDalarna e da Stockholms universitet, a mostra será uma oportunidade única para dar a conhecer melhor ao público sueco alguns dos filmes do novo cinema português, nomeadamente Aquele Querido Mês de Agosto de Miguel Gomes, É na Terra não é na Lua de Gonçalo Tocha, Rapace de João Nicolau, Morrer como um Homem de João Pedro Rodrigues, Arena; Cerro Negro; Rafa de João Salaviza, O Nosso Homem de Pedro Costa, Liberdade de Gabriel Abrantes e Terra de Ninguém de Salomé Lamas. O festival que reúne um conjunto de 10 filmes, num programa dedicado ao cinema português contará ainda com a presença dos convidados Isabela Figueiredo e Luís Miguel Oliveira.

Ainda no âmbito deste festival, terá lugar o FRAMES KIDS, com a apresentação de 5 curtas metragens, destinadas ao público infantil: “História trágica com final feliz” de Regina Pessoa, “Viagem a Cabo Verde” de José Miguel Ribeiro, “Smolik” de Cristiano Mourato, “Gambozinos” de João Nicolau e “Na Escola” de Jorge Cramez.

Carlos Pereira que, juntamente com Fernanda Torre, faz parte da Direcção do festival, explica os principais objectivos do mesmo: “Na primeira edição de FRAMES – Festival de Cinema Português, dedicado ao cinema contemporâneo Português, apostamos no radicalismo das experiências humanas dentro dos territórios mais plurais – a partir da cidades para as aldeias, das ilhas para as ex-colónias.O principal objectivo é contar, entre ficção e documentário, pequenas (grandes?) histórias de um país. Provavelmente, para gerar velhas e novas questões sobre a identidade Portuguesa, revelando um pouco da nossa própria verdade e forçá-la a atravessar as fronteiras. Numa nova geração cruzada por tantas narrativas e estéticas tão distintas, como definir Portugal e o seu lugar no mundo?”.

PROGRAMA DETALHADO:

25 de Novembro de 2013
Local: Filmhuset
17h30
Cocktail de Abertura
17h45
Concerto
18h30
“AQUELEQUERIDO MÊS DE AGOSTO “ de Miguel Gomes,Ficção/Documentário, 2008, 150’

26 de Novembro de 2013
Local: Filmhuset
18h00
“ É NA TERRA NÃO É NA LUA” de GonçaloTocha, Documentário, 2011, 185’

27 de Novembro de 2013
Local: Filmhuset
18h00
“RAPACE” de João Nicolau, Ficção, 2006, 25’ + “MORRER COMO UM HOMEM” de João Pedro
Rodrigues, Ficção, 2009, 133’

28 de Novembro de 2013
Local: Filmhuset
18h00
“ARENA” de JoãoSalaviza, Ficção, 2009, 15’ + “CERRONEGRO” de João Salaviza, Ficção, 2011, 22’ + “RAFA” de João Salaviza, Ficção,2012, 26’

30 de Novembro de 2013
Local: We Have Company
10h00
FRAMES Kids
“HISTÓRIA TRÁGICA COM FINAL FELIZ”de Regina Pessoa, Animação, 2005, 8’
“VIAGEM A CABO VERDE” de José Miguel Ribeiro, Animação, 2010, 17’
“SMOLIK” de Cristiano Mourato, Animação, 2009, 8’
“GAMBOZINOS” de João Nicolau, Ficção, 2013, 20’
“NA ESCOLA” de Jorge Cramez, Ficção, 2010, 21’

18h00
Local: Filmhuset
Diálogos sobre o colonialismo e o Cinema Português Contemporâneo
Convidados: Isabela Figueiredo e Luís Miguel Oliveira

18h30
Local: Filmhuset
“O NOSSOHOMEM” de Pedro Costa, Ficção, 2011, 24’ + “LIBERDADE” de Gabriel Abrantes, Ficção, 2011, 21’ + “TERRA DE NINGUÉM” de SaloméLamas, Documentário, 2012, 72’

 



Também poderás gostar


There are no comments

Add yours

Pin It on Pinterest

Share This