(L-R) JENNIFER LAWRENCE and BRADLEY COOPER star in SILVER LININGS PLAYBOOK

“Guia para um final feliz”

Uma família (a)normal, em busca da felicidade

Uma comédia romântica, leve e que não (nos) compromete com o cinzentismo da vida. David O. Russell (“The Fighter – Último Round”) traz para o grande ecrã o romance de Matthew Quick. O filme coloca em cena o grande Robert De Niro e o sexy Bradley Cooper. Jennifer Lawrence constitui para nós a revelação do filme.

Bradley Cooper veste a personagem de um homem bipolar; Pat está internado num hospital psiquiátrico devido a problemas emocionais. A mãe (Jacki Weaver), assume a responsabilidade de o levar de volta para casa, para que ele recupere e consiga ter uma vida normal. Já Pat não deixa de viver, dia após dia, obcecado com a ideia do final feliz (silver linings) com a esposa Nikki (Brea Bee), de quem não se pode aproximar por mandato do tribunal.

Pat cruza-se com Tiffany (Jennifer Lawrence), uma rapariga que não lhe fica atrás no que a distúrbios emocionais diz respeito. O seu primeiro encontro, num jantar, é prova disso mesmo. Inesperadamente, eis que se juntam duas almas “loucas” que, lado a lado, procuram tomar as rédeas da sua vida, aceitando as suas diferenças, estabelecendo compromissos, assumindo a esperança num pouco que se revela muito.

Não nos parece que o filme seja brilhante, no que à realização diz respeito. Aliás, a forma como nos é apresentado não nos diz nada sobre o realizador. Temos até algumas dúvidas se não teria sido possível explorar mais algumas personagens, tendo em conta a qualidade dos actores presentes. Mas Jennifer Lawrence acaba por nos presentear com a “silver” que constitui o “lining” do filme. E o Bradley é sexy, mesmo quando encarna um homem bipolar; sim, mesmo com um saco do lixo vestido.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This