iberian_header

Iberian Records convida Niño

Na quinta edição das "Noites da Rua" a pista do Musicbox será tomada de assalto pela Unidade Sonora, Mr. Gasparov e um convidado muito especial vindo directamente de Barcelona com um live-act que promete surpreender.

A quinta edição das “Noites da Rua” no Musicbox Lisboa, a dia 12 de Janeiro, que começa com o Showcase das novas músicas dos Hã! e a apresentação exclusiva do novo álbum de :papercutz, termina de uma forma muito especial em plena madrugada de sexta-feira 13.

A Iberian Records é já conhecida da RDB (conheçam a história do início da editora aqui) e, após o desafio lançado pelas “Noites da Rua”, decidiram preparar uma noite de arromba no Musicbox que conta com Unidade Sonora, Mr. Gasparov e o furacão espanhol Niño, com um live-act digno de registo.

Line-up:

DJ Set | Unidade Sonora > 01h00

Live Act | Niño > 01h30

DJ Set | Mr. Gasparov > 02h30

DJ Set | Unidade Sonora > 04h30

Unidade Sonora

Unidade Sonora – Mix 13.11.2010 by Iberian Records

A dupla de DJ’s Unidade Sonora é o lado sónico do universo Conspira. Em 2003, Xu e Roka – os dois nomes por detrás do projecto – tiveram contacto com os primórdios do dubstep através de sets de Kode9 e do programa de rádio de Jay da Flex na BBC 1Xtra. As passagem pelos pontos fulcrais de divulgação do movimento, em Londres, e o estreitamento da relação com algumas das principais figuras ligadas a este mundo, aceleraram processos. Assim, em 2005, actuaram em Barcelona e deram início à Transmissão Conspira na Rádio Zero. Também na rádio, iniciaram, mais tarde, o programa na extinta Química FM e foram convidados para produzir uma série de programas na alemã Bayerischer Rundfunk/ARD.
Actuando em formato DJ set, a Unidade Sonora marcou presença em locais como Red Bull Popular Soundclash, Festival Roots & Routes, “Movimento” no Kubik, “Skillz” no Lux, Boom Festival (2008/2010), Innovation B2B D’n’B Arena (Londres), 103 Club ou Maria Club (ambos em Berlim), Razzmatazz em Barcelona entre outros.

São ainda responsáveis pela Iberian Records editora de “bass & groove music”, fundada em 2006, juntamente com 23Hz e Numaestro,– pela noite mensal Dark Swing que está activa à desde 2005 em Lisboa e membros do colectivo Troop.

Mr. Gasparov

Mr. Gasparov – Obsession by mrgasparov

Pedro Mendes, ou Mr. Gasparov, iniciou-se com DJ de drum’n’bass com apenas 16 anos no ano 2000, numa altura em que o d’n’b era tão popular em Portugal como na Micronésia. Mais tarde une esforços com Fin e Simao para formar a agora extinta SHAKE crew.

Em 2003 muda-se para Bristol para estudar Engenharia do Som e tornar-se fã das sonoridades Dubstep e Grime. De volta a Lisboa, liderou o lançamento de “Movimento Tugastep”, inspirado nas festas Movimento @ Kubik. Colaborou também com a dupla The Bastards, dando um louco toque electrónico aos seus poderosos sets.

Já em 2007 segue para Barcelona para um Master em Artes Digitais. Já passou por festivais como o Boom Festival e Festival Cultrónica, bem como os principais clubes europeus. Conta com temas lançados na Soul Jazz Records, Iberian Records, Steak House, Enchufada, Senseless, Disboot e DubKraft.

Niño

Ignacio Valbuena estava associado à cena hip hop no início da sua carreira, mas a meio do caminho mudou a fórmula e inseriu dubstep, R&B, funk e boogie na equação, criando um estilo único de groove que descarrega freneticamente no seu sintetizador em cada actuação. O seu trabalho tem sido editado pela Pendrive, Dodpop, Myor, Galleta Records e Donky Pitch, que lançou o seu mais recente EP, “Clase de 1984”.

Clase de 1984 [DKY002] by Niño

Para conhecermos um pouco mais deste furacão espanhol, a RDB colocou-lhe algumas questões.

Já não és assim tão niño. Como começaste a tua carreira musical?

Comecei a escrever letras e a rappar no final da década de 90 e participei numa quantidade enorme de bandas. Uns anos mais tarde entrei na produção musical, até hoje. Nada de especial…

Como é que as influências iniciais do hip hop te ajudaram a fazer a diferença na pista?

Talvez de uma forma negativa, já que adoro o downtempo e ritmos complexos. A minha música não é orientada para as pistas de dança, apesar de ter pontos em comum com ela.

Tocaste no Sónar este ano. A cena electrónica de Barcelona vive muito deste festival?

Não acredito muito nas “cenas”, mas é realmente um evento muito importante para a cidade.

Qual é o papel da noite catalã no panorama europeu, com gigantes como Berlim ou Londres?

Barcelona é uma das cidades mais cosmopolitas de Espanha, mas somos muito jovens comparados com outros na Europa. Tivemos o azar de uma longa ditadura.

Com a actual diversificação da música de dança e os novos revivalismos do House, qual a tua grande aposta para 2012?

Regressar às minhas influências iniciais do jazz e fazer música com mais calma e amor e talvez aprender a tocar baixo. Não estou certo que goste da direcção que a música está a tomar… as modas são demasiado rápidas para mim.

As “Noites da Rua” contam com o apoio da Lacoste L!VE. A entrada vale 6€, com oferta de uma bebida, e pode ser já adquirida aqui, na FNAC e locais habituais. Evento Facebook aqui.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This