“Olhe, por favor, não viu uma luzinha a piscar?” e ”Corre, coelhinho, corre!” | Bernardo Carvalho

“Olhe, por favor, não viu uma luzinha a piscar?” e ”Corre, coelhinho, corre!” | Bernardo Carvalho

Um 2 em 1 ao serviço da imaginação

Quando contamos uma história aos mais pequenos, mesmo que utilizando mais ou menos desvios, seguimos normalmente o guião textual apresentado. Bernardo Carvalho, criador de histórias e ilustrador, gosta de trocar as voltas aos leitores, obrigando-os a tornarem-se também eles contadores de histórias privilegiados.

Depois de em “Duas Estradas” ter mostrado duas viagens, representadas por cores diferentes que se sobrepunham nas páginas caminhando em direcções opostas, Bernardo Carvalho oferece agora um 2 em 1 de histórias que se lêem em sentidos diferentes: uma da esquerda para a direita e outra no sentido contrário.

“Olhe, por favor, não viu uma luzinha a piscar?” e ”Corre, coelhinho, corre!” | Bernardo Carvalho

De um lado – “Olhe, por favor, não viu uma luzinha a piscar?” – acompanhamos a aventura de um pirilampo que persegue uma luzinha amarela; do outro – ”Corre, coelhinho, corre!” -seguimos um coelho que foge a sete patas de um cão furioso; em comum, além das mesmas páginas do livro, partilham a total ausência de texto, permitindo que a partir dos desenhos e da curta sinopse atrás referida o leitor possa construir uma história de corpo inteiro, que pode ser renovada a cada leitura.

Com o fascínio da aguarela e desenhos carregados com imagens de infância, Bernardo Carvalho coloca um ponto final na preguiça do leitor e, sobretudo, incita a que o contador de histórias que vive em cada um de nós saia cá para fora. Os mais pequenos irão agradecer.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This