Soraia Chaves – Fotografia de Luis Ferreira

Soraia Chaves

“Quando formos mais velhos, o que é que estamos dispostos a fazer para conseguir mais tempo nesta vida e para conseguir de novo um corpo jovem?”

Mais uma produção nacional e, mais uma vez, Soraia Chaves está presente, para encanto de muitos portugueses! A RDB foi saber o que a actriz tem a dizer sobre “RPG”.

A RDB mostrou-se curiosa sobre o que “RPG” trouxe de novo à experiência de Soraia Chaves no cinema e descobrimos que, para a actriz, o melhor foi que o filme lhe deu algo completamente novo na sua carreira, “o privilégio de contracenar com o Rutger Hauer, uma lenda do cinema mundial”.

Novo também foi o facto da acção do filme se situar no futuro e deste propor uma realidade alternativa, através de muitos efeitos especiais, que levou Soraia Chaves a trabalhar de uma forma distinta daquela a que estava habituada até então: – “Nós estivemos a filmar num estúdio no Lumiar com croma verde por trás e, durante um ano, o Tino Navarro (realizador e produtor de “RPG”) esteve a fazer com a equipa de pós-produção os efeitos especiais… E isso é interessante para mim porque não sei exactamente onde é que estava situada naquela altura… Quer dizer, estava no estúdio (risos), mas onde iria estar no filme era uma incógnita para mim visualmente, e é interessante, agora, passado um ano e meio, ter oportunidade de ver no que é que o filme se transformou… E já vi algumas imagens e acho que se transformou num filme muito arriscado e audaz e bonito também… Por aquilo que vi, a parte do futuro tem imagens surpreendentes.”.

Nesse sentido, é da opinião de que os portugueses não devem perder a oportunidade de ver o filme, por este ser, “sem dúvida alguma, inovador e único no panorama do cinema português”, ter efeitos especiais com qualidade e propor “uma reflexão sobre a velhice, sobre a juventude, sobre a nossa existência, no fundo…”. A actriz interrogou-nos: – “Quando formos mais velhos, o que é que estamos dispostos a fazer para conseguir mais tempo nesta vida e para conseguir de novo um corpo jovem?”.

Soraia Chaves - Fotografia de Luis Ferreira

Contudo, acrescenta que “(…) as pessoas não devem pensar que é só um filme profundo e existencialista, porque não é. É um filme que também é um thriller, é um filme que tem acção, porque nesse jogo, nessa realidade alternativa que o filme propõe, há muita acção… E é divertido também.”

Terminámos a entrevista questionando a actriz sobre o melhor de trabalhar com Tino Navarro, pelo facto de já terem participado em várias produções cinematográficas juntos. Soraia Chaves respondeu prontamente à RDB: – “A vantagem de trabalhar com o Tino é que o Tino continuar a ser um dos produtores mais importantes em Portugal, mais importantes e mais activos… É um produtor que continua a procura de histórias que consigam satisfazer o público… E isso é muito importante… Continua a ter no foco as audiências, os espectadores e é importante que isso não se perca em Portugal… É óbvio que é uma luta que as pessoas que trabalham nesta área vão fazendo e vão travando e com o Tino eu vejo sempre esta oportunidade de fazer cinema em Portugal e de fazer cinema para o grande público.”.

 

Fotografia de Luis Ferreira



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This