4

The Sims 4: Vampires | Análise

A vida nocturna dos nossos simpáticos sims nunca mais foi a mesma!

No dia 24 de Janeiro, o halloween chegou mais cedo a The Sims 4 com a chegada de um pacote adicional muito especial, de nome Vampires. Com ele regressa a possibilidade de transformarmos os nossos Sims em Vampiros. Novas opções de criação permitem-nos moldar ainda mais a sua personalidade mas sobretudo os poderes sobrenaturais que irão aplicar no seu quotidiano. Viver no meio de mortais, seja na cidade ou arredores, é sem dúvida algo a ter em conta, pois comida é coisa que não falta mas… às vezes não há nada melhor do que relaxar e conversar com outros imortais, afinal aqueles que melhor compreendem o que nos vai na “alma”, não é? Se esse é o caso dos vossos Sims, que tal mudarem-nos para Forgotten Hollow? Caso sejam vampiros, vão sentir-se logo em casa! Caso não sejam… bom, não vai demorar muito, acreditem! Com a chegada de Vampires a vida nocturna dos nossos simpáticos sims nunca mais foi a mesma.

De facto o mês de Janeiro, foi um grande mês para quem é fã de The Sims 4. Como se não bastasse o terror provocado pelo regresso (tão pedido pelos fãs) dos toddlers à série, na forma de uma actualização gratuita, o dia 24 Janeiro viu chegar à série um novo e ainda mais assustador regresso. Têm visto seres meio-pálidos, sinistros, de orelhas pontiagudas e dentes aguçados a deambular pelo vosso bairro? Cuidado, porque os Vampiros estão de volta ao universo de The Sims agora num formato mais refinado e com um tão desejado extenso grau de personalização.

A vosso bel-prazer podem criá-los assim que dão início a um novo jogo mas para mim foi mais interessante fazê-lo dentro do jogo. Imensamente curioso sobre o vampirismo, o meu Sim, Darth Phineas Maul, passou os dias em casa a ler as quatro enciclopédias sobre a temática, disponíveis online. Estes simpáticos livros oferecem ao jogador uma panóplia de descobertas, úteis não só para vampiros mas também para aqueles que a todo o custo o querem evitar ser. Darth o mestre de travessuras, imaginou o que seria desfrutar da eternidade com a sua cara metade, Ulrike a praticar todo o tipo de partidas aos restantes membros da comunidade e não conseguiu resistir à tentação. Queria tornar-se um vampiro mas a pergunta era: como? Visto que a presença de vampiros em bairros que possamos considerar como normais é possível mas rara, Darth viu-se obrigado a fazer uma visita ao novo mundo introduzido por este pack.

Forgotten Hollow, deixem-me que vos diga, está impecavelmente concebido. Sobretudo à noite que é quando realmente ganha vida, por muito irónico que isto vos pareça. Com o nevoeiro a instalar-se e a ambiência a ficar cada vez mais sinistra, adorei o tempo que passei neste bairro. Mas infelizmente foi curto, pois não se faz acompanhar de actividades ou segredos que incentivem a sua exploração. Felizmente que não foi para me mudar que para aqui desloquei Dareth Phineas Maul e não tardou até que avistasse o líder dos vampiros. Conversa puxa conversa e às tantas foi possível pedir-lhe que me transformasse. O pedido foi imediatamente aceite – parece que alguém estava com fome – mas só passados alguns dias é que a transformação realmente teve efeito. O que foi bom, porque lhe deu mais tempo para aprender mais sobre o vampirismo e para preparar Ulrike para agora finalmente poderem viver… Felizes para sempre!!!

Ulrike adorou a ideia e perguntou a Darth Phineas Maul se a podia transformar. Só que as coisas não são assim tão fáceis e verdade seja dita que o vampirismo em The Sims 4 foi muito bem pensado. O pacote Vampires traz consigo algumas roupas e penteados para personalizar o nosso Sim, nada de muito impressionante, até tive pena de não trazer mais opções mas a coisa ganhou logo outro interesse assim que me foi possível personalizar a real forma de vampiro (a que os nossos Sims assumem quando vão aplicar os seus poderes, por exemplo). Já dentro do jogo, quando finalmente nos transformamos, a fome é imensa mas existem diferentes formas de a combater. Podemos criar os nossos pacotes de plasma, com a mistura de ingredientes necessária, conversar com alguém e pedir-lhe que nos deixe saciar a sede com uma “amigável dentada” ou, claro, sacrificar a nossa humanidade e tornar o nosso Sim num predador. Quanto mais formos praticando e evoluindo o nosso vampirismo, mais este evolui e vamos ganhando acesso a um enorme leque de habilidades, ou poderes se preferirem. Só que existem contrapartidas que surgem na forma de fraquezas. No caso de Darth Phineas Maul, podia transformar outros Sims em vampiros, entrar onde quisesse, quando quisesse, sem quaisquer restrições e desfrutava de uma força sobre-humana mas não conseguia controlar o serpentear da sua língua o que começou a gerar algum desconforto em eventos sociais e, quando mordia alguém, sujava tudo, o que levou a ainda mais desconforto…

Claro que como estes, existem ainda mais poderes (como resistência à luz do sol, por exemplo) e fraquezas que iremos desbloquear e aplicar ou não aos nossos Sims. O leque de escolha é impressionante, bem como o número de histórias que pode despoletar e que se traduz em horas e horas de mais diversão. E por falar em escolha, ainda não vos falei do impressionante leque de itens que este pacote traz para as casas dos vossos Sims. Se forem como eu, grande parte das vossas horas a jogar The Sims são passadas a edificar, criar e decorar habitações. Nesse caso não vão ficar desiludidos com este novo Pacote que traz um vasto leque de adições. Do vitoriano ao gótico, há itens e conjuntos para todas as divisões que podem até ser complementados por outros de pacotes anteriores que agora ganham uma nova pertinência.

The Sims continua a celebrar os seus 17 anos da melhor forma. Uma actualização gratuita aqui, itens a celebrar o seu aniversário ali; o que só revela que os jogadores ainda têm motivos para regressar, neste caso, a The Sims 4, um jogo que que cada vez vai ficando mais completo e pertinente. No que toca a pacotes de lançamento este é talvez o meu preferido e é ideal para quem procura uma nova desculpa para voltar a pegar na série ou simplesmente uma nova forma de jogar The Sims 4. Apesar de continuar a achar que tal como está, o novo mundo Forgotten Hollow está muito mal aproveitado, ver evoluir o vampirismo do meu Sim e evoluir as suas habilidades conferiu ao jogo um ligeiro elemento RPG à série que se mostrou bem mais apelativo do que estava à espera e me deu vontade de jogar mais e mais. Sobretudo tendo em conta que, com cada evolução, subimos de escalão como se de uma ordem se tratasse. Não descanso enquanto não fizer de Darth Phineas Maul o mestre dos vampiros com a sua adorada Ulrike a seu lado!



Também poderás gostar


There are no comments

Add yours

Pin It on Pinterest

Share This