rdb_artigo_darthvader

The Vader Project

Cerca de 100 artistas contemporâneos customizaram o capacete de Darth Vader. Os surpreendentes resultados estão expostos no The Andy Warhol Museum. Fiquem a conhecer melhor este projecto.

O cinema sempre teve um importante papel na criação de objectos iconográficos. A saga Star Wars contribuiu para esta enorme colecção com diversos objectos, sendo que os sabres de luz dos jedis são possivelmente os mais reconhecidos. Um outro objecto da mítica saga tornou-se tema de reinvenção para dezenas de artistas de todo o mundo. O capacete de Darth Vader é o alvo das atenções no The Andy Warhol Museum em Pittsburgh, local escolhido para a estreia mundial, em museu, do The Vader Project, numa exposição que estará patente até dia 3 de Maio.

Co-fundadores da DKE Toys, uma das maiores distribuidoras de art-toys em todo o mundo, que representam, em exclusividade, mais de 100 companhias, artistas e designers, Dov KelemereSarah Jo Marks decidiram fundir os seus conhecimentos de negócio com a grande paixão que ambos têm em relação à saga Star Wars. Lançaram o desafio a um grande número de artistas contemporâneos de diversas áreas (pintura, design, etc), que não costumam trabalhar no desenvolvimento de peças relacionadas com a saga. Cada um deles recebeu uma réplica autêntica do capacete e carta branca para o adaptar sem qualquer regra ou imposição. O resultado deste trabalho foi exposto pela primeira vez em Los Angels, numa convenção de fãs de Star Wars em Maio de 2007.

Dov Kemeler explicou este projecto numa entrevista publicada na revista electrónica FormatMag. A escolha do objecto deveu-se às caracteriscas globais do mesmo: “Gostando ou não da saga Star Wars, o capacete de Darth Vader é um objecto familiar que representa a maldade. Tendo esse objecto como ponto de partida, os artistas envolvidos tiveram a oportunidade de o trabalhar de uma forma totalmente livre e muitos deles desenvolveram o seu trabalho de forma a contrariar o lado negro do mesmo, optando por declarações anti-guerra e bastante divertidas, retirando a conotação negativa que a personagem de Darth Vader simboliza”.

Para Dov Kemeler a saga Star Wars estava a tornar-se “demasiado nerdy, à semelhança do Star Trek”, algo que não agradava a um fã dos primeiros filmes que “deixaram muitas boas memórias”. Foi com essa ideia que entrou em contacto com a Master Replicas, empresa que fabrica as réplicas do capacete a cerca de 900 dólares cada, iniciando assim todo o projecto que tem criado um enorme furor junto de fãs de Star Wars e não só.

Durante os últimos dois anos a exposição tem passado por diversas convenções relacionadas com a saga e tem acolhido mais colaborações um pouco por todo o mundo. Da extensa lista de participantes destacam-se alguns nomes mais conhecidos como é o caso de Gary Baseman, Jeremy Ville, Mori Katsura e Marc Ecko.  Até ao dia 3 de Maio, todas as peças estão expostas no The Andy Warhol Museum em Pittsburgh. ”É devido ao trabalho de artistas como Andy Warhol que este projecto pode existir. Não poderíamos estar mais honrados em termos esta oportunidade”, disse Kemeler, no comunicado de imprensa de divulgação da exposição.

Este projecto é mais um exemplo do trabalho que pode ser feito na reinvenção de objectos, desmistificando alguns estereótipos e rompendo todos os limites. Afinal, essa é uma das possíveis definições de criatividade.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This