Animal Collective

Apresentam novo disco a 18, 19 e 20 de Outubro em Coimbra, Porto e Lisboa, respectivamente.

No site da editora Paw Tracks, fundada pelos Animal Collective em conjunto com a Carpak Records, pode ler-se a descrição que a banda faz de si mesma. Resume-se somente a uma frase: eles são quatro amigos que gostam de se juntar para tocar música, ver filmes e jogar futebol. Nada mais. A restante informação refere-se às datas da sua próxima tour. A razão? A edição do seu último álbum ‘Feels” que chega às lojas a 17 de Outubro.

Procurando um pouco mais já se consegue desenterrar alguma informação acerca deste colectivo. São portanto um grupo de quatro rapazes e Avey Tare, Panda Bear, Deaken e Geologist são os nomes pelos quais respondem e a sua formação remonta a 2000, tendo já muitas edições na sua bagagem como ‘Spirit They’re Gone, Spirit They’ve Vanished’(2000), ‘Danse Manatee’ (2001), ‘Campfire Song’ (2003), Here Comes the Indian (2003) e ‘Sung Tongs’ (2004).

Sonoridade? Pode-se encontrar de tudo um pouco desde freaks psicadélicos dos anos 90 da costa Este como Caroliner e Sun City Girls, a hooks emocionais e explosões do punk, a texturas e estruturas de techno minimal que nos remetem para a editora Kompakt, passando pelos utópicos amantes da Terra dos anos 60 Amus Duul e Can até ao desprendimento orgânico que se pode encontrar na melhor música do mundo de carácter livre e improvisado.

Há quem considere que o que os Animal Collective fazem é música espiritual para o século XXI que desrespeita fronteiras e definições propositadamente. Música que, ao partir de terrenos tradicionais não se fica por aí, ambicionando sempre mais um passo em frente. Animal Collective são demasiadas coisas ao mesmo tempo para serem uma coisa só para se catalogar. Espera-se muito do novo álbum ‘Feels’ já que as coordenadas deixadas pelos álbuns anteriores levam muitos a ambicionar uma experiência apaixonante capaz de alterar a mente, uma experiência intensa e sublime de transcendência.

Caberá a Portugal experienciar em primeira mão o resultado do seu mais recente trabalho já que as três datas de apresentação de ‘Feels’ são as primeiras de uma tour que os levará a toda a Europa e também aos Estados Unidos da América.

O primeiro concerto em Portugal a 18 de Outubro, dia seguinte ao lançamento do álbum, será em Coimbra no Teatro Académico de Gil Vicente. No dia seguinte, 19 de Outubro, apresentam-se na Casa da Música na cidade do Porto e, por último, descem à capital estando o concerto do dia 20 de Outubro agendado para ter lugar dentro de um cacilheiro (acerca deste concerto em Lisboa ainda se desconhecem os pormenores).

Os quatro rapazes dos Animal Collective são seres inconformados e inconstantes que se apresentam de variadas formas, tendo diversos projectos paralelos sendo os mais reconhecidos os de Panda Bear.

Os seus concertos são estranhos? A sua música é bizarra? Eles são estranhos? A estas perguntas só saberá responder quem já os ouviu ou quem se encher de coragem e munido de uma mente aberta a experiências literalmente embarque na companhia deste colectivo de animais.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This