rdb_borissaoluiz_header

Boris Yeltsin

A raiz da civilização em cena no São Luiz.

Boris Yeltsin é uma peça com várias raízes. Por um lado, tal como o nome indica, relaciona-se com emblemático e outrora presidente russo; por outro, tem laivos de tragédia grega, seja pela ligação à trilogia Oresteia ou a Édipo. Mas, embora faça uma viagem a um passado tão longínquo como 485 a.C., demonstra-se como uma obra extremamente actual e acutilante.

Passada no Portugal de hoje, sujeito a uma crise económica severa e a inúmeras revoluções sociais, é-nos apresentada uma família com traços muito distintos: O patriarca, ora Boris ora Agamemnon, politicamente conservador e com referências fascistas, que voltado da guerra do Ultramar não se revê neste país, na sua realidade; A mãe, Clitemnestra, que ao contrário do marido apresenta uma vertente política socialista de esquerda; e por fim o filho, Orestes, que representa o conflito geracional presente naquela família, assim como na nossa sociedade. Presentes na peça estão também Cassandra, profetisa, e o amigo de Orestes, desempenhado em casa sessão por um actor diferente.

O elenco, composto por Albano Jerónimo, António Durães, Luísa Cruz e Mafalda Lencastre, enquadra na perfeição as questões conflituosas de uma família em que cada um vive na sua própria realidade. Para além do elenco regular, conta também com as participações especiais de Tiago Rodrigues (1 de Março), Nuno M. Cardoso (2 de Março), Tónan Quito (3 de Março) e John Romão (4 de Março).

Esta é essencialmente uma tragédia familiar, onde são expostos os problemas entre pais e filhos, mas também onde entram questões políticas, económicas e sociais; de uma forma, graças a toda a influência das tragédias gregas, permite-nos chegar ao que pode ter sido a raiz da civilização.

DE 1 A 4 DE MARÇO
SALA PRINCIPAL M/16
QUINTA A SÁBADO ÀS 21H00; DOMINGO ÀS 17H30

 

Ficha Técnica:

Texto e Dramaturgia Mickael de Oliveira
Encenação Nuno M Cardoso
Cenografia Paulo Capelo Cardoso
Desenho de Luz José Álvaro Correia
Vídeo Alexandre Azinheira
Música / Som Marco Pereira, Miguel Pereira
Guarda-roupa Sara Barbosa
Produção Nelson Vitória
Assistência de Encenação Joana Cordoeiro, Mafalda Lencastre
Assistência de Cenografia Pedro Barbosa
Fotografia Inês d’Orey
Interpretação António Durães, Luísa Cruz, Albano Jerónimo, Mafalda Lencastre
Convidados especiais Tiago Rodrigues (1 Março), Nuno M Cardoso (2 Março), Tónan Quito (3 Março), John Romão (4 Março)

Co-produção Colectivo 84, Cão Danado, São Luiz Teatro Municipal



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This