rdb_ChrisHawtin_header

Chris Hawtin

“Unity Engine and Other Stories”, na Galeria ART LOUNGE. As criaturas do outro mundo.

A 14 de Novembro, na Galeria Art Lounge, foi inaugurada a exposição “Unity Engine and Other Stories”, de Chris Hawtin. O artista inglês de 38 anos, que estudou no Chelsea College of Art & Design em Londres, vem a Lisboa apresentar as suas criaturas do universo virtual. Transportadas de outro mundo, são protagonistas de uma narrativa visual que questiona o modo como olhamos para a paisagem natural, actualmente ficcionada e proliferada pelos meios de comunicação.

Chris Hawtin destaca-se na arte contemporânea indo para além das interrogações humanas que evoca nas suas obras. A sua capacidade intelectual e sensibilidade estética, também dizem muito da maneira como, conceptualmente, estende ao mundo exterior a sua noção de figuração do real e do virtual. Hawtin revela que: “(…) gosto da ideia de que uma imagem canibalize a outra, de modo que uso pinturas pré-existentes que envolvem esses objetos. A pintura é o único espaço em que se pode fazer isto: investir simultaneamente num objeto e numa ilusão”. Uma referência no seu trabalho que remonta ao século XVII, quando pintores holandeses representavam nos seus quadros, “estranhos mundos híbridos”. Em pleno século XXI, esses mesmos mundos continuam a ser alvo de representação.

“One Over the Marchers”, 2011 | 190×300 cm

Neste contexto, no processo criativo do artista é recorrente o uso da pintura e do computador, através da utilização de software para criar figuras tridimensionais. É assim que constrói imagens, misturando umas e outras, transparecendo a relação humana com a era digital. Um conceito artístico muito próprio que levou a Satchi Gallery a adquiri obras da sua conceituada colecção.

O contacto com uma época tão digital e hipertecnológica, levou à necessidade do artista transportar as criaturas que habitavam as paisagens de tinta e cor dos seus quadros, para o mundo real. Estas passam a ser esculturas sem cor, feitas de plástico, metal, poliestireno e gesso. São criaturas alienígenas cibernéticas, que com uma postura que remete à figuração clássica de Vénus, emergem num ambiente a três dimensões e não passam despercebidas aos olhos de todos nós.

“Seth”, Escultura.

 

Sobre a Galeria Art Lounge

É um espaço dedicado à arte contemporânea, com forte presença na divulgação e promoção de artistas. Constituída por profissionais especializados, apresenta uma oferta variada de serviços nas áreas da gestão, conservação e avaliação de colecções artísticas. Entre elas, o restauro de obras de arte (pintura, mobiliário, porcelana, azulejos e vidros, entre outros).

Muito próxima do Saldanha, a Galeria Art Lounge está situada na Rua António Enes, em Lisboa e conta com diversas exposições de entrada gratuita.

 



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This