O Festival Internacional de Cinema Panazorean apresenta a abertura de inscrições para a 2.ª edição.

A  AIPA – Associação dos Imigrantes nos Açores, apresentou, hoje, em Ponta Delgada, a abertura de inscrições para a II edição do Panazorean – Festival Internacional de Cinema sobre as migrações e interculturalidade, que decorrerá de 11 a 20 de Abril de 2013. Depois do êxito da primeira edição das extensões realizadas este verão e de ter viajado até à Argentina recentemente onde esteve presente com uma mostra em Buenos Aires, a II edição do Panazorean  promete novas secções, novos prémios e a mesma paixão em refletir sobre as migrações, o diálogo e a diversidade cultural. O Panazorean continua a admitir para esta segunda edição filmes regionais, nacionais e internacionais, e volta a apostar na secção “escolas da região”.

O valor dos prémios envolvidos neste ano é superior a 11.000 euros e conta com um maior número de distinções e patrocinadores. A expectativa passa por triplicar o número de filmes recebidos e duplicar o número de países envolvidos, reforçando ainda a presença de cinema regional sobre a temática. As inscrições poderão ser realizadas em www.panazorean.com e terminam a 15 de Janeiro de 2013 para os filmes internacionais e nacionais e a 1 de Março de 2013 para os filmes regionais e escolas da região.

Este ano conta para além das parcerias já estabelecidas na 1.ª edição nomeadamente com o Governo Regional dos Açores conta com parceiros inéditos  como a Fundação Calouste Gulbenkian, Direcção Regional do Turismo, Grupo Bensaúde, Parlamento Europeu-Prémios LUX, Eurodeputada Maria do Céu Patrão Neves, Banco Espírito Santo dos Açores, Centro de Estudos Sociais da Universidade dos Açores, 9500 Cineclube, entre outros.

O festival que é o único a nível nacional e um dos pouco a nível mundial sobre a temática terá este ano mais um local de exibição para além do Teatro Micaelense, será no Cineclube de Ponta Delgada, no Cine Solmar. Do programa também farão parte exposições, debates, masterclasses e concertos.

Ainda que o programa só seja anunciado em Março do próximo ano o Panazorean já está em condições de avançar com a confirmação da apresentação de 2 sessões especiais onde serão exibidos 4 filmes do prémio Lux, do Parlamento Europeu, que chegam ao Panazorean com o apoio da deputada ao Parlamento Europeu Maria do Ceú Patrão Neves.

A nossa linha de acção passa pela diferenciação do Festival, especializa-lo nas questões das migrações e interculturalidade já que no contexto nacional e europeu e, mesmo mundial, existem pouquissimos festivais que incidam exclusivamente sobre essa temática. Queremos ainda a partir do Panazorean fazer dos Açores um palco  privilegiado no contexto nacional e europeu para a discussão, para a fermentação de ideias, para despertar consciências e, porque não dize-lo, para a emergência de novas respostas para questões como a gestão dos fluxos migratórios, a crise e a imigração, a relação com o outro, o diálogo intercultural, o racismo etc.


INFORMAÇÕES SOBRE INSCRIÇÕES E PRÉMIOS

INSCRIÇÕES E SELECÇÃO DOS FILMES 2013

 

Tal como no ano anterior são admitidas ao Panazorean curtas, médias e longas-metragens de qualquer género (ficção, animação, documentário e experimental) sobre qualquer realidade  migratória e intercultural.

Os filmes podem ser oriundos de qualquer país e devem ter sido produzidos após o dia 1 de Janeiro de 2011.

A inscrição no Panazorean é gratuita e deverá ser efectuada em www.panazorean.com  até às seguintes datas:

– até 15 de Janeiro de 2013 (filmes nacionais e internacionais)

– até 1 de Março de 2013 (filmes regionais e escolas)

A selecção oficial dos filmes nacionais e internacionais será anunciada a 15 de Fevereiro de 2013 e  a selecção dos filmes regionais e escolas a 7 de Março de 2013.

 

PRÉMIOS

Neste ano o Panazorean o valor dos prémios é superior a 11.000 euros , sendo que o festival alargou ainda mais o número de prémios e o número de patrocinadores

– Prémio Melhor Longa Internacional no valor de € 2.000 atribuído à melhor longa/média-metragem da Competição Internacional.

– Prémio Melhor Longa Nacional/Direcção Regional da Cultura no valor de € 1.250 atribuído à melhor longa/média metragem da Competição Nacional.

– Prémio Melhor Filme dos Açores /Câmara Municipal de Ponta Delgada, no valor de € 1.000 atribuído à melhor longa/média/curta da Competição Regional.

– Prémio RTP2/ Onda Curta.  É atribuído a uma (ou mais) curta metragens em competição e é constituído pela aquisição de direitos para televisão, para exibição no programa Onda Curta da RTP2.

– Prémio Macaronésia/ SATA atribuído à melhor curta  a concurso cuja temática aborde a realidade migratória e intercultural das populações que vivem num dos arquipélagos da Macaronésia (Açores, Cabo verde, Canárias

e Madeira) ou ainda a filmes sobre a realidade migratória e intercultural das populações que nasceram nessas regiões e que agora residem noutro país. O Prémio é constituído por uma viagem de ida e volta desde Ponta Delgada ou Lisboa até Boston ou Toronto e estadia de 7 dias em hotel.

– Prémio Melhor Curta Internacional/Maria do Céu Patrão Neves no valor de € 500 atribuído à melhor curta metragem da Competição Internacional.

– Prémio Melhor Curta Nacional no valor de € 250 atribuído à melhor curta metragem da Competição Nacional.

– Prémio do Público Regional/ BES dos Açores no valor de € 500 atribuído à obra escolhida como a melhor por todos os espectadores do festival entre os filmes seleccionados para a Competição Regional.

– Trofeú do Público Internacional atribuído à obra escolhida como a melhor por todos os espectadores do festival entre os filmes seleccionados para a Competição Internacional.

– Trofeú do Público Nacional atribuído à obra escolhida como a melhor por todos os espectadores do festival entre os filmes seleccionados para a Competição Nacional.

-Prémio Novo Talento Nacional/Restart no valor de € 500 em serviços da escola Restart, atribuído à melhor obra da Competição Nacional, produzida por jovens até aos 30 anos (inclusive).

-Prémio Novo Talento Regional/Restart,no valor de € 350 em serviços da escola Restart, atribuído à melhor obra da Competição Regional produzida jovens até aos 30 anos (inclusive)

-Prémio Escolas, no valor de € 200 atribuído à melhor obra realizada por alunos inscritos nas escolas secundárias da Região.

 



Também poderás gostar


There are no comments

Add yours

Pin It on Pinterest

Share This