HOW TO BE A PARISIAN WHEREVER YOU ARE

HOW TO BE A PARISIAN WHEREVER YOU ARE

“Não existe qualquer palavra inglesa para chic.”, escreveu a já falecida designer de moda Elizabeth Hawes. “E porque que é que haveria de existir? Tudo o que é chic é por norma francês. Talvez tudo o que é chic seja francês”.

É verdade! Parece que o “je ne sais quoi” francês se tornou numa epidemia. A ambição e o desejo em ser Parisiense, ou pelo menos tão chic e inexplicavelmente cool como só elas o conseguem ser, é hoje uma tendência que grita bem alto.

As mulheres francesas não engordam; as crianças francesas não fazem birras; Paris é a cidade mais romântica do mundo e as mulheres francesas são as mais estilosas. Para onde quer que se vá, são estes os estereótipos por todos nós reconhecidos e por todas nós cobiçados.

Depois de “French Women Don’t Get Fat”, “French Women Don’t Get Facelifts”, “French Children Don’t Throw Food”, “Like a French Woman” e basicamente “As Mulheres Francesas São Simplesmente Melhores Que Todas Nós Por Isso Para De Falar Na Guerra Porque Isso Não é Realmente Importante” outra adição a este peculiar género literário chegou: How to Be Parisian Wherever You Are.

A começar pelo tão badalado French Paradox (aparentemente a mulher francesa pode manter uma dieta à base de vinho tinto e croissants e mesmo assim manter-se incrivelmente magra) e passando pelas excepcionalmente bem-comportadas crianças, o fascínio pela mulher francesa e pelas suas vidas idílicas veio para ficar. Os livros à volta dos “segredos franceses”, que utilizam como musa a “Parisienne” (a magra, estilosa, confiante e espirituosa mulher francesa), são agora um género literário e How to Be Parisian Wherever You Are faz jus ao movimento.

HOW TO BE A PARISIAN WHEREVER YOU ARE

Escrito por um grupo de quatro amigas, que se afirmam orgulhosa e pretensiosamente parisienses, o livro funciona como um manual detalhado dos passos a seguir para vivermos, sentirmos e respirarmos como uma verdadeira “Parisienne”. Mas este não se trata de um simples e ordinário grupo de amigas francesas. Anne Berest é escritora, não só de livros, mas também para televisão, Audrey argumentista e editora da revista Stylist, Caroline de Maigret modelo, embaixadora da Chanel e defensora dos direitos das mulheres, e para fechar o grupo das quatro fabulosas, Sophie Mas, produtora de cinema.

 

 

HOW TO BE A PARISIAN WHEREVER YOU ARE - Autoras

Autoras (da esquerda para a direita): Audrey Diwan, Caroline de Maigret, Sophie Mas e Anne Berest

 

Verdade seja dita: até a lista de compras de Caroline de Maigret deve ser digna de leitura. E mesmo que os vegetais que ela armazena na despensa possam ser um assunto de profundo interesse, é definitivamente mais útil que ela se tenha juntado às co-autoras Anne Berest, Audrey Diwan e Sophie Mas, para escrever a considerada “Bíblia do Lifestyle Contemporâneo”.

Mal abrimos o livro, somos esmagadas por duas verdadeiras pérolas de sabedoria. A primeira diz-nos: “Don’t be afraid of aging”. A segunda: “Always be fuckable”. E esta última aplica-se a qualquer situação: até numa simples ida à mercearia ou à padaria.

HOW TO BE A PARISIAN WHEREVER YOU ARE

As quatro sarcásticas e bem sucedidas amigas exploraram de forma divertida e sedutora os estereótipos da “Parisienne” e deram dicas de beleza e lifestyle, receitas e moda. Continuam a acreditar nas sabrinas, no blazer preto, que um bom roupeiro exige uma signature piece, e que todas nós devemos ter no mínimo uma T-shirt clássica e simples, no entanto bem cara e sempre de caxemira! As autoras repudiam a cirurgia plástica, a pintura do cabelo, e os óculos de sol.

 

SOBRE  FITNESS E DIETA

“Cancel your gym session to have a drink with your friend who’s just been dumped.”

HOW TO BE A PARISIAN WHEREVER YOU ARE

“Decide it’s great to get dumped, because falling in love again makes you lose your appetite, and in turn eat fewer calories—which defeats the need for that gym membership.”

“Eat croissants and buttered toast for breakfast—because it’s Saturday morning and you burned enough calories last night, damn it.”

 

SOBRE TRAIÇÃO

“DENY, DENY, DENY.”

HOW TO BE A PARISIAN WHEREVER YOU ARE

“Shake it up and spread the love: cheat on your lover with your boyfriend.”

“There’s no such thing as a secret that stays secret. The truth always comes out. Refer back to

rule number one.”

 

 

 

 



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This