“Jogada Ilegal” | Luís Aguilar

“Jogada Ilegal” | Luís Aguilar

Um voto é um voto

Luís Aguilar estudou Antropologia mas foi no jornalismo, sobretudo na vertente desportiva, que veio a encontrar o seu filão temático, tendo editado já livros como “Jogo Sujo (biografia do ex-futebolista Fernando Mendes), “Sexo, Morte e Futebol (Romance) ou “El Português” – partes 1 e 2 – (a biografia de Paulo Futre).

Desde muito novo que se interessou pelos bastidores da FIFA, iniciando um cruzamento entre pesquisa e investigação que chega agora a livro, com o título “Jogada Ilegal” (A Esfera dos Livros, 2013). O livro pretende desmontar a FIFA em partes, mostrando quais as peças que fazem desta uma afinada e bem oleada máquina de fazer dinheiro: intriga, subornos, compra de votos, venda ilegal de bilhetes, dirigentes e políticas internas racistas, discriminação, amizades com governantes violadores dos direitos humanos e suspeitas de tráfico de droga e armas.

Partindo das candidaturas à organização dos Mundiais de 2014 e 2018, que estranhamente recaíram na Rússia e no Qatar – Inglaterra era a grande favorita ao Mundial 2018 e não passou da primeira fase de votação, o Qatar era tido como um país impossível à prática de futebol no Verão -, Luís Aguilar traça um mapa com muitas zonas negras do maior organismo internacional dedicado ao futebol, partindo da velha máxima do bom investigador: se queres saber de onde vem a sujidade, então segue o rasto do dinheiro.



Também poderás gostar


There are no comments

Add yours

Pin It on Pinterest

Share This