kaludisco_header

Kalú | “Comunicação”

Comunicar e intervir positivamente!

Não percamos tempo com apresentações. Até porque as mais de três décadas que Kalú já atravessou ao serviço da música concedem-lhe o estatuto de veterano na matéria. 2013 foi o ano que o artista escolheu para se estrear a solo. Desta vez, Kalú deu algum repouso (não todo…) às suas baquetas e investiu na voz como principal instrumento. “Comunicação” é então o nome da sua nova aventura, na qual o artista envereda por caminhos pontualmente explorados ao serviço dos Xutos, mas que assume a tempo inteiro neste álbum.

Kalú é conhecido por ter uma postura interventiva perante a vida e de a expor ao vivo, sem qualquer tipo de problemas, enquanto membro dos Xutos & Pontapés. Em “Comunicação”, o artista aborda algumas temáticas político-sociais, mas sempre com uma visão e uma atitude positiva, como transparece com as palavras “Eu vou acreditar, eu vou desafiar. Não vou voltar a errar, eu vou sempre lutar para ser feliz”, no refrão de «Corda na Garganta» – tema que se explica bem pelo seu título, no qual Kalú decide implantar um sentimento de esperança.

Mas não são só as questões sociais os objectos retratados na obra de Kalú. O próprio manifesta o seu eu mais intrínseco através de músicas como «Suspiro» e «Calor». Sensivelmente a meio do álbum, «Mulher Fatal» traz-nos um retrato de uma mulher que já outrora tinha sido explorado pela banda de John Cale e Lou Reed, no entanto, numa perspectiva mais amável e menos perigosa que o ser feminino abordado pelos Velvet Underground.

«Demagogia» é o tema que serve de single a “Comunicação” e é, também, aquele que mais se destaca a nível de sonoridade, por recorrer ao uso de sons sintetizados e, acima de tudo, pela forma como é cantado, num registo quase a pisar a linha do hip hop. Por outro lado, o tema roça o campo do rock industrial, resgatando, assim, a força das guitarras comprimidas e a cultura dos samplers de forma a ganhar a energia necessária para a temática que explora. Mesmo que a melodia da harmónica nos transporte inevitavelmente para a «Pink» dos Aerosmith e que alguns riffs nos baralhem a mente remetendo-nos a certas peças de Da Weasel, «Demagogia» fica no ouvido e serve de voz a um povo que certamente sente na pele as ações que Kalú condena na letra.

A necessidade de comunicar, subentendida pelo nome do álbum e pelos versos presentes na faixa-título, está bem recalcada ao longo dos dez temas que Kalú assina. Em tempos dominados pelos avanços tecnológicos que limitam a formam como comunicamos, somos imperados pelas árduas medidas de austeridade impostas pela actual crise económica. Kalú tenta, no seu álbum, devolver algum optimismo a quem já baixou os braços, sublinhando, constantemente, essa tal necessidade de comunicar.

A despedida do álbum é feita ao som de «Lua», numa dedicatória ao astro rei da noite acompanhada na guitarra por Frankie Chavez, encerrando, assim, esta viagem no trabalho a solo de Kalú, deixando no ar um sentimento de positivismo para o futuro.

“Comunicação” encontrar-se-á à venda a partir de amanhã, dia 28 de Janeiro.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This