SAL | Surf At Lisbon Film Fest 2014

SAL | Surf At Lisbon Film Fest

3ª Edição do SAL | Surf At Lisbon Film Fest 2014 no Cinema São Jorge

O Festival SAL 2014 | Surf At Lisbon Film Fest regressa para a sua terceira edição com muitas novidades. O festival irá decorrer de 30 de Outubro a 2 de Novembro, como sempre, no emblemático Cinema São Jorge.

Uma vez mais, o SAL traz a uma das mais belas cidades do mundo e capital europeia do surf, aquilo que de melhor e mais significativo se produz actualmente no mundo do cinema de surf.

Exibindo filmes de surf independentes, de cineastas nacionais e internacionais, é um evento que celebra a arte, cultura e estilo de vida do surf, tão populares em Portugal e por todo o mundo, proporcionando, deste modo, ao público a oportunidade de ficar a par do que é o mundo do surf nas suas mais variadas facetas, desde o surf competitivo até à experiência mística mais radical, passando pela história do surf e das suas figuras clássicas.

Este ano, à semelhança das edições anteriores, vamos poder contar com muito Cinema, Arte e Música como os ingredientes principais de celebração desta cultura que há muito deixou de ser um simples desporto para se assumir como um modo de vida que rege a vida de cada vez mais gente em todos os cantos do planeta, de modo absolutamente transversal na sociedade.

De entre as largas dezenas de filmes inscritos, entre curtas e longas metragens, será apresentada uma selecção que se quer representativa da multi-culturalidade do surf actual e das diversas abordagens artístico-criativas.

Assim, e em jeito de aperitivo, podem destacar-se, desde logo, algumas das produções seleccionadas, como Beyond the Surface, Out in the Lineup, The Old the Young and the Sea, The Cradle of Storms, De Passage, Strange Rumblings, Storm Surfers 3D, uma produção RedBull e que é primeiro filme de surf exibido em 3D em Portugal, ou as produções nacionais, Papoa, de Pedro Patrocinio – BRO, Algarve de Pedro Henrique, e A Onda do Cabo Raso, de António Silva, que serão (bem) acompanhadas por muitos outros que irão certamente surpreender pela qualidade.

De importante destaque é a sessão oficial de abertura do Festival que vai contar com o iconico The Endless Summer de Bruce Brown, o filme que mudou, nos anos 60, a cultura do Surf á escala global. Pela primeira vez em Portugal poderá ser visto em ecrã gigante nas salas do Cinema São Jorge. Esta sessão é um tributo dedicado aos 50 anos de vida que o Endless Summer celebra. Um clássico obrigatório.

A imagem oficial da edição 2014 do SAL foi concebida pelo artista brasileiro Tom Veiga, um apaixonado pelas ondas e pelo Surf. Tom já teve várias colaborações internacionais e todas elas se desenvolveram com o Surf como tema, sendo esta muito especial por ter a cidade de Lisboa como o pano de fundo para as melhores produções de cinema de surf do mundo. O trabalho de Tom Veiga pode ser visitado em www.tomveiga.com

Além da apresentação da nata da produção cinematográfica mundial de surf, o SAL contará com vários acontecimentos paralelos no Cinema São Jorge, tais como a exposição de fotografia dos conceituados artistas João Bracourt e Bruno Garrudo e a arte de João Rei que nesta edição expôe em colaboração com o fotografo Ricardo Bravo.

A música estará presente com animação após as sessões garantida por DJs de renome no circuito independente da capital.

No final de tarde, às 18h30 do dia 30 de Outubro será apresentado, no foyer do Cinema o livro, “deambulações” de Bruno Garrudo.

Dia 31, e às 21h30 na Sala Manoel de Oilveira, será apresentado o primeiro filme de surf em 3D em Portugal, o Storm Surfers 3D. Uma co-produção da RebBull Media House.

No dia 1 de Novembro, será a vez das Conversas Mar Sem Fim – Portugal e o Surf de Ondas Grandes, com a presença de alguns dos intervenientes no projecto e surfistas de ondas grandes, a que se seguirá a apresentação do filme Mar Sem Fim – Endless Ocean.

O júri da edição 2014 do SAL, ao qual é comum a estreita ligação ao surf, será composto por João Rei, artista algarvio e mentor do projecto Sagres Surf Culture, Pedro Patrocínio, cineasta da nova geração (Favela do Alemão, I Love Kuduro) e um dos mentores da BRO, Miguel Bretiano, jornalista e co-realizador da curta metragem Treze, Francisco Mendes, surfista, apresentador de TV e comentador de Surf, Rui Ribeiro, mentor do projecto Magic Quiver, da Ericeira e Diogo Alpendre, um dos grandes valores do jornalismo de surf nacional.

A competição será aberta a curtas e longas-metragens, nacionais e internacionais.


As categorias a concurso serão:

Longa Metragem
Curta Metragem
Fotografia
Produção Nacional
Escolha do Público
Sustentabilidade

O SAL | Surf At Lisbon Film Fest é uma organização da SALAC – Surf At Lisbon Associação Cultural, em parceria com a EGEAC, EEM e Câmara Municipal de Lisboa, em co-produção com o Cinema São Jorge e o alto patrocínio da Secretaria de Estado da Cultura, Secretaria de Estado da Juventude e do Desporto e Associação de Turismo de Lisboa.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This