The Twist Connection | Entrevista

Ainda assistimos a um pedido de casamento em pleno backstage e veio provar os sentimentos que pairavam pelo Meco.

,

A banda de Coimbra regressou ao Meco este ano. Depois de um grande percurso, tivemos a honra de voltar assistir a um concerto deles.

Carlos Mendes (Kaló) toca bateria e é vocalista, Samuel Silva Guitarrista e vocalista, Raquel Ralha também é vocalista e trata da percussão e o Sérgio Cardoso é baixista.

Kaló disse-nos que o nome da banda começou nos EUA onde em tour com outra banda, foi detido por não ter visto profissional, só tinha visto o de turista. Ainda falou da inspiração para compor, e diz-nos que vem da vida “das dores, do amor, do ódio, das questões existenciais”.

Em relação à Raquel há “sempre algo daquilo que se passa na minha vida, com as pessoas à minha volta, com aquilo que se passa no meu mundo interior que tem muito por onde explorar”.

Questionamos as ligações especiais que mantêm com as músicas lançadas e a Raquel respondeu “a primeira letra que escrevi para a banda foi «Sweet Little Diamond». Samuel Silva falou-nos dos desafios que “são diários e constantes, hoje em dia é mais complicado, há mais concorrência, há mais comunicação, as coisas tornam-se mais difíceis”.  Ainda no mesmo assunto acrescentou que esta luta tem sido mais fácil até porque “também estamos mais consolidados e conhecem-nos melhor, mas queremos mais e melhor, o desafio é sempre esse, desafiarmo-nos a nós mesmos, criar cada vez melhor e chegar mais longe, houve um percurso de 3 anos, já conquistamos pessoas, já há um nome conhecido”. Falou também dos objetivos futuros. de “tocar mais, gravar um disco e lançar em março de 2020, vendê-lo muito e revelá-lo ao mundo”. Relativamente ao álbum com lançamento agendado para março do próximo ano avançaram ainda que vão “gravar em agosto e queremos invadir Espanha e França”.

As perspetivas para o concerto do Super Bock estavam elevadas e Samuel diz-nos que são “as mesmas de sempre, dar o melhor”, onde a Raquel acrescenta “um concerto enérgico e cheio de gana”.

Ainda assistimos a um pedido de casamento em pleno backstage e veio provar os sentimentos que pairavam pelo Meco. Antes de seguirem para o palco, houve ainda oportunidade para o Sérgio nos explicar o fio condutor do conjunto; “as coisas são pensadas a médio prazo… às vezes o erro é a melhor forma de encontrar a solução, às vezes o desvio é a melhor forma de encontrar o objetivo”.

E seguiram caminho para mais um concerto no Super Bock Super Rock.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This