rdb_villarte0h_header

Villaret’0h

Uma nova vida para o Teatro Villaret e para uma das mais importantes Avenidas de Lisboa.

Localizado numa das artérias mais importantes da capital, a Avenida Fontes Pereira de Melo, o Teatro Villaret é uma das mais emblemáticas salas de espectáculo de Lisboa. Lembro-me de assistir ao estrondoso “Arte” com António Feio, Miguel Guilherme e José Pedro Gomes, uma peça que provavelmente ficou na memória de uma geração. Com o passar dos anos, devido à mobilização das pessoas para o Chiado/Bairro Alto e uma programação menos apelativa para as novas gerações, o Villaret ficou um pouco esquecido.

Com o objectivo de dinamizar o espaço, arrancou, em Outubro de 2011, o projecto “Villaret’0h”. Com apresentações Sextas e Sábados, sempre depois das 23:00, o “Villaret’0h” caracteriza-se por apresentar uma programação própria, que congrega figuras mediáticas do panorama cultural português e novos talentos da cena actual, através da apresentação de espectáculos de teatro e stand-up comedy, concertos, conversas com artistas, entre outras actividades.

Em conversa com Pedro Leite, um dos sócios do villaret’0h e responsável pela programação do espaço (a cargo da “cenadeeventos.com”), ficámos a conhecer um pouco mais sobre esta iniciativa que promete dinamizar uma das zonas mais nobres de Lisboa. Embora a ideia não seja “nova” (a actriz Carla Vasconcelos programou alguns espectáculos neste espaço com um formato parecido) existe muita ambição e dedicação para que a programação do “Villaret’0h” faça parte dos roteiros noctívagos da capital.

“O nosso objectivo é não só dinamizar o espaço e potenciá-lo, mas também tornar a ida ao teatro diferente no ponto de vista do espectador. Para que essa ida não se fique apenas pelo espectáculo que viu. Poderá ver outro ou outros após o final daquele, conversar estar com amigos usufruindo também de um serviço de bar. No fundo é propor algo diferente a horas diferentes num sítio diferente do que é habitual numa sexta ou sábado à noite. Com este horário de funcionamento pode parecer que o nosso público-alvo são apenas os jovens, mas na realidade o espaço é frequentado por pessoas das mais variadas faixas etárias”, disse-nos Pedro Leite.

Com uma programação mais dedicada à comédia, que na opinião de Pedro Leite é o género que o “público que assiste a um espectáculo fora de horas” quer ver, o “Villaret’0h” está receptivo a ideias e projectos que possam encaixar no conceito. “No princípio fizemos uso dos nossos contactos e propusemos a alguns artistas a possibilidade de fazerem os seus espectáculos no nosso espaço. Estamos a trabalhar na programação dos próximos meses e de momento temos recebido muitas propostas, vamos avaliá-las. Esperamos continuar a recebê-las, pois queremos dar oportunidade a todos de poderem participar”, disse-nos.

Um dos grandes desafios que este projecto enfrenta é a localização do Teatro Villaret como o próprio Pedro Leite admitiu – “de facto a Avenida Fontes Pereira de Melo estando no centro de Lisboa está longe do mesmo”. De forma a colocar o “Villaret’0h” nos roteiros noctívagos da capital a aposta é nas “parcerias com meios de comunicação” tendo consciência que vai ser necessário ter “paciência” e muito “empenho” até obter resultados.

Uma das maiores particularidades deste projecto é não ter tido qualquer financiamento por parte do Estado ou qualquer entidade, apostando numa política de parcerias como por exemplo com o Metropolitano de Lisboa. “O dinheiro investido no projecto é nosso”, disse-nos Pedro Leite.

Até ao final do ano, a programação do “Villaret’0h” contará com os espectáculos “Noites de Comédia”, com Alexandre Ferreira (às sextas-feiras) e “IMPROlaroid” (aos Sábados).”Já estamos a avaliar projectos para Janeiro, Fevereiro e Março e se conseguirmos apoios suficientes no próximo Verão queremos fazer dois acontecimentos únicos em Lisboa. Mas para já é segredo”, conclui Pedro Leite.

A RDB associa-se a este projecto e convida todos a passarem pelo Teatro Villaret. Para além de uma noite muito divertida (garantidamente), estarão a ajudar aqueles que apostam na cultura mesmo em períodos de crise. Aproveitem também para experimentar o cocktail exclusivo/explosivo RDB!

A imagem do artigo está relacionada com o espectáculo IMPROlaroid



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This