IMG_3642

ModaLisboa Vision #1

Celebra-se a 42ª edição do Lisboa Fashion Week. Ao longo dos três dias - 7,8 e 9 de Março - a capital abraçou a semana da moda e reforça mais uma vez aquilo que Portugal tem de melhor.

Um encontro de talento e criatividade que não se deixa inibir por um país que tanto menospreza as artes. VISION, é o tema principal da primeira edição da ModaLisboa 2014, e tal como o próprio nome indica, pretende elevar a moda portuguesa ao podium que tanto merece. É imperativo (re)descobrir Portugal e os portugueses. Alargar os horizontes e acreditar na visão e potencial dos criadores nacionais.

E porque a moda não se esgota na passerelle, os Paços do Concelho abrem as portas à comunidade e celebram iniciativas como os Fast talk about fashion e o já conhecido Wonder Room – uma pop-up store preenchida por uma seleção singular e excecional de marcas de design nacionais. WorkStation, é uma exposição de fotografia única que este ano se une à semana da moda e vai, no sentido literal do termo, crescendo com ela. As amplas paredes brancas com apenas seis fotografias dispersas, deram lugar a um salão a transbordar de pequenos retratos dos principais momentos dos ultimos dias.

Começa a anoitecer e já se ouve os passos apressados por toda a parte. São 18h30 da tarde e começa o primeiro desfile desta edição de Outono/ Inverno. Cabe aos jovens designers portugueses – Sangue Novo – a honra de iniciar o evento.

Sete designers promissores em nome individual – Catarina Oliveira, Cristina Real, Ina Koelln, Naior Xavier, Olga Noronha, Patrick de Pádua e Sofia Macedo- e dois em dupla – 2ID, de Sara Seidi e Rúben Damásio – apresentaram as suas mais recentes criações.

Segue-se Valentim Quaresma, numa coleção dominada pelo preto e metalizado. Numa mistura apocalíptica de peças marcadamente fortes que nos transfere para uma era de gladiadores futuristas e irreverentes.

Por fim, a encerrar a primeira leva de desfiles da Moda Lisboa, a estilista Alexandra Moura presenteia-nos com uma coleção forte, na qual predominam grandes blocos de preto, cinzento, branco e azul que se interligam através de um padrão singular e interessante que cobre a coleção até aos pés. E por chapéus pretos imponentes que captam e prendem o olhar do público.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This