#7àSEXTA | João Hasselberg

#7àSEXTA | João Hasselberg

As inspirações à volta do jazz, ou a incursão pelos nomes que considera grandes mestres, marcam as escolhas de João Hasselberg

A chuva não tem dado tréguas e não sabes o que fazer? Ora então sugerimos que escutes as escolhas do nosso convidado desta semana. O #7àSEXTA é especial – as inspirações à volta do jazz, ou a incursão pelos nomes que considera grandes mestres, marcam as escolhas de João Hasselberg, para que a nossa semana seja calma e tranquila.

Após a sua graduação no Conservatório de Amesterdão com nota de 9 valores (em 10), João Hasselberg consagra-se vencedor na categoria de Jazz Combo do Prémio Jovens Músicos 2011. A partir daí, Hasselberg tornou-se um nome elementar na cena jazzística nacional e começa a sua jornada na cena internacional. A colaboração em diferentes projectos e com artistas de renome tem colocado Hasselberg num lugar de destaque como um dos músicos mais criativos da sua geração. Celebrou a sua estreia como líder e compositor com o lançamento do disco intitulado “Whatever it is you’re seeking, won’t come in the form you’re expecting”, e trata-se de um projecto constituído por temas originais inspirados em alguns dos grandes clássicos da literatura do séc. XX da qual colaboram novas promessas do panorama do jazz em Portugal. É também uma espécie de banda sonora para estas estórias cujo ambiente, mesmo em papel, é altamente cinematográfico recriando o ambiente vivido pelo leitor que assume, aqui, o papel de ouvinte.

O músico prepara-se para lançar o seu segundo disco, ainda este ano, intitulado “Truth Has To Be Given In Riddles”. Curiosos? Bem-vindos ao universo de João Hasselberg.

Sexta-feira | Terence Blanchard – «Avgo»

“Este tema pertence à banda sonora do filme “She hates me” (Spike Lee). Descobri o tema por acaso há dois anos, muito antes de ver o filme. Não sei bem dizer o que me agrada nesta musica, mas apanhou-me de surpresa numa fase boa e de mudança na minha vida.”

Sábado | Maurice Ravel – «3º andamento do trio de piano»

“Ouvi este trio pela primeira vez no Inverno passado. Este andamento fascinou-me em especial pela simplicidade. Ás vezes dá para chorar.”

Domingo | Sérgio Godinho e Milton Nascimento – «Barca dos Amantes»

Já conhecia este tema desde pequenino e nunca lhe achei especial piada, era só mais um tema do álbum “Coincidências” do Sérgio. Até uma madrugada em que estava a fazer tempo no aeroporto a voltar para Amesterdão depois de uma tour. O cansaço fez-me ouvir coisas neste tema a que nunca tinha prestado atenção. Ficou um dos meus favoritos. Acredito que há uma altura certa para ouvir determinada música.”

Segunda-feira | Alejandro Erlich-Oliva – «Sobre um tema de Pedro Caldeira Cabral»

“Acontece que este tema é uma composição do meu mestre Alex, que ouvi pela primeira vez há dois anos quando comecei a estudar com ele. Gravado pelo opus Ensemble no disco “Folc”. Dos temas mais bonitos que já ouvi.”

Terça-feira | John Coltrane) – «After the Rain»

“Toquei este tema na final do concurso “Prémio Jovens Músicos” em 2011. Não só a forma como o Coltrane toca a melodia, mas como o quarteto o acompanha… Mestres”

Quarta-feira | Ambrose Akinmusire – «With Love»

“É um dos meus trompetistas e compositores preferidos. É escusado falar na qualidade da banda e na qualidade do Ambrose enquanto trompetista. As músicas dele têm sempre ideias super claras e bem definidas. É um dos meus heróis.”

Quinta-feira | RadioHead – «Motion Picture Soundtrack»

“O Universo emocional que conseguiram criar nesta musica é muito forte. Gosto disso.”



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This