Atari 2600

Atari: Game Over

A queda de um império.

“ET – The Extra-terrestrial” é um dos melhores filmes de sempre e também o título de um jogo editado pela Atari em 1982 nos tempos áureos da primeira grande empresa de Silicon Valley que se encontra na génese de toda a revolução tecnológica do final do século XX. Criado em apenas 5 semanas por Howard Scott Warshaw, “ET – The Extra-terrestrial” ficou com o rótulo de “o pior jogo de sempre” e é considerado por muitos como o responsável pela queda da Atari. Em meados de 1983 e durante o processo de falência a empresa resolveu enterrar no deserto do Novo México todos os cartuchos do jogo. Em Abril deste ano esta lenda urbana foi desenterrada. Este é o mote para “Atari: Game Over”, um documentário de Zak Penn (argumentista de grandes blockbusters como “Os Vingadores”) que estreia em exclusivo na Xbox One, Xbox 360 e em xboxvideo.com no dia 20 de Novembro.

Sendo um documentário claramente direccionado para uma audiência geek, Zak Penn consegue descrever o hype vivido durante o processo de escavação bem como narrar de uma forma breve mas bastante compreensível a história da Atari, tendo como principal personagem Howard Scott Warshaw, o game developer que passou de bestial a besta depois do lançamento do famoso “ET – The Extra-terrestrial”.

A Atari foi a primeira empresa tecnológica em que os engenheiros eram verdadeiras rock stars. Nos seus tempos áureos tudo era permitido. A liberdade dos trabalhadores permitiu as maiores loucuras, desde o uso de drogas e alcool à não existência de qualquer dress code. Viviam-se tempos de mudança na indústria do entretenimento e a Atari estava claramente na linha da frente com grandes hits que arrancaram com PONG e que passaram por SPACE INVADERS e PAC-MAN todos criados em versões homemade para o Atari 2600.

Atari 2600

Depois de ter programado o “Raiders of the Lost Ark” que rendeu milhões à Atari foi pedido a Howard Scott Warshaw para adaptar “ET – The Extra-terrestrial”, que tinha acabado de estrear no cinema, em apenas 5 semanas a tempo das compras natalícias desse ano. Howard trabalhou noite e dia e o produto final teve o aval de Steven Spielberg antes de chegar às lojas. Depois de vender milhões no Natal as criticas negativas começaram a surgir e muitos clientes devolveram o jogo. Para muitos analistas este foi o principio da queda da Atari mas este documentário procura desmistificar esta tese. Na realidade não foi o mau desempenho de um jogo que levou a Atari à falência mas sim um conjunto de péssimas decisões tomadas pelos seus responsáveis. Crucificado na praça pública Howard Scott Warshaw, reconhecido por muitos como um dos melhores game developers de todos os tempos, abandonou a sua carreira e hoje é um reconhecido psiquiatra em Silicon Valley.

Ao contrário do que muitos esperavam, não foram encontrados milhões de cartuchos de “ET – The Extra-terrestrial” no deserto do Novo México. Os milhares de cartuchos encontrados eram de muitos títulos da Atari, mesmo daqueles que foram sempre acarinhados pela critica.

“Atari: Game Over” conta com a participação de vários “entusiastas” da cultura dos videojogos e com declarações de todos os responsáveis deste pedaço de história da pop culture do final do século XX e ao primeiro achado arqueológico da indústria de entretenimento. Um filme obrigatório.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This