“Comida caseira” | Gordon Ramsay

“Comida caseira” | Gordon Ramsay

Esforço, determinação, paixão

Há quem o acuse de ter um grande mau feitio mas a verdade é que, no mundo dos que se dedicam a fazer da arte de cozinhar a sua vida, Gordon Ramsay é das figuras mais respeitadas. Ramsay ganhou fama pela criação de pratos complexos, feitos com os melhores ingredientes do mundo, tendo abraçado a culinária com apenas 17 primaveras.

Mas nem só de pratos complexos e elaborados se alimenta a criatividade do Ramsay que, em “Comida caseira” (Porto Editora, 2014), se propõe apresentar refeições saudáveis para todos os momentos do dia, fáceis de cozinhar e capazes da fazer sentar toda a família à mesma mesa (e à mesma hora).

Como mestre da organização e da disciplina, Ramsay não se limita a apresentar ingredientes e receitas. O livro está perto de uma bíblia para principiantes ou entendidos, com inúmeras dicas, truques e regras. Para lá da organização, aquela que Ramsay considera a regra de ouro do bom chef, existem outras quatro qualidade que um chef deve ter ou, pelo menos cultivar: ser aventureiro, mostrar ousadia, ser realista quando necessário e ter descontracção suficiente para não transformar o prazer de cozinhar numa tortura.

“Comida caseira” | Gordon Ramsay

«Os chefs têm uma má relação com o pequeno-almoço», começa Ramsay o capítulo dedicado à primeira refeição do dia e também ao brunch, ensinando os aspirantes a chef a fazerem um muesli caseiro ou, para compor um pouco mais o estômago, uns ovos à mexicana ou uma salada de fruta asiática com flocos de malagueta.

E isto é apenas o princípio pois, para cada um dos restantes capítulos – Sopas, pães e sanduíches; saladas para o almoço; lanches gulosos; jantares em família; amigos para o jantar; sobremesas -, está sempre reservada uma pequena introdução ao tema, alguns truques e dicas para a melhor confecção, a lista dos ingredientes que devem ser mantidos religiosamente em casa para poder estar prevenido e, o mais importante de tudo, receitas de fazer crescer água na boca. Um livro fabuloso que o fará querer partilhar, com amigos e família, as pequenas maravilhas que irá experimentar na cozinha. Pendure um azulejo na parede e siga à risca o lema de Ramsay: esforço, determinação, paixão.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This