rdb_deadcombo_header

DEAD COMBO @ TEMPO

6 de Junho em Portimão.

Muito público de todas as idades esperavam com avidez os Dead Combo no Tempo ou Teatro Municipal de Portimão. Desde a hora, em que o concerto fora anunciado, no pequeno auditório deste espaço, muitas pessoas ficaram ansiosas em adquirir  bilhetes para o respectivo espectáculo. A sala de 200 lugares preparava-se para receber uma lotação esgotada.

Como foi referido atrás, esteve presente um público de todas as idades e com gostos bem variados. Todos referiram, que a banda tem uma sonoridade bastante ecléctica , proporcionando-nos assim,uma viagem musical repleta de cheiros, cores e emoções  diferentes. Num momento viajamos juntos para Havana (Cuba 1970), de seguida estamos em Lisboa a assistir danças de Salão (Rak Song) ou então em Xangai através da brilhante versão  de “Like A Drug” dos Queens Of The Stone Age.

A dupla infalível: Pedro V. Gonçalves (Contrabaixo, Guitarra, Melódica e Kazoo) e Tó Trips (Guitarras) que, no passado, participaram em projectos  tão díspares como o de Sérgio Godinho ou Lulu Blind, ou até Santa Maria! Gasolina No Teu Ventre! Contam já com quatro álbuns, sendo o último “Lusitânia Playboys”, a razão da sua vinda a Portimão.

Os Dead Combo, surpreendem-nos desde o início. A música portuguesa ficou mais rica com  este projecto, bastante equilibrado, desde a sua musicalidade até ao seu conceito de imagem, que é  muito interessante. (Charlie Gillet, grande especialista de música da BBC, incluiu o primeiro álbum da banda na sua selecção dos “Melhores de 2005”.)

O concerto foi bastante cinematográfico, todos os temas tocados, poderiam ser usados  em vários filmes, a sua sonoridade é propícia a que isso aconteça.  Prova disso, é o facto de já terem participado em projectos de Edgar Pêra, como o “Sudwestern: Un Duelo En El Bairro e Guitarra” ou “Guitarra Com Gente Lá Dentro”. Agora perguntamos: Será que ninguém ligado à banda, como o agente ou editora, terá enviado o trabalho dos meninos das guitarras desajeitadas (para citar os mesmos) para Robert Rodriguez  ou até mesmo para Tarantino!!? E para quando,uma colaboração com Ennio Morricone ? É que os universos de todos se  Interligam…



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This