DiRT4 logo A3 White RGB FIN

DiRT 4 | Análise

Another one bites the DiRT...

Como o nome indica, a série DiRT sempre teve como tema as corridas em contexto offroad, seja numa corrida em modo rali ou uma picaria entre buggys na areia, a poeira no chassis nunca falta. Depois de DiRT Rally, que trouxe a verdadeira simulação da condução em ralis como nenhum título até hoje, DiRT 4 pega nessa fórmula, melhora-a e ainda facilita a entrada de novos jogadores na série. Em pouco tempo, o jogador começa a correr nas estradas de terra batida dos Estados Unidos ou da Europa e devo dizer-vos que a experiência não desaponta de forma alguma.

DiRT 4 oferece dois tipos de controlo diferentes aos jogadores. Um estilo mais arcade e simples, mais fácil de arrancar para os jogadores que não conhecem a série usando o modo Gamer. Com uma série de ajudas no controlo, as consequências provocadas pela física do jogo, assim como das condições atmosféricas, são atenuadas drasticamente para facilitar a vida aos jogadores. Para os jogadores mais experientes, que adoram sentir a claustrofobia das pistas e do perigo que é aproximarem-se das bermas, a solução é o modo Simulation. Com uma condução que como o nome indica é bem mais próxima da realidade, é por aqui que vão poder sentir cada curva e reacção da direcção do carro aos impactos e tracção da pista.

O jogo conta com um modo carreira, assim como com um modo multijogador, embora a novidade esteja presente no modo Joy Ride que permite aos jogadores entrar em desafios diários, semanais e mensais. Por outro lado é na DiRT Academy que os jogadores podem desenvolver as suas técnicas de condução com vários tutoriais essenciais ao sucesso em DiRT 4. Para além destes modos, existe ainda o Freeplay que permite personalizar a experiência, com a possibilidade de escolha do país, o tipo de evento, a duração, assim como a hora do dia e as condições atmosféricas em que vamos correr. Este modo permite ainda criar pistas mas sem grande profundidade. Esta possibilidade resume-se a um botão que gera pistas aleatórias, no qual o jogador vai carregando até surgir uma que lhe agrade.

NR4_USA_1

Seja como for, as pistas são espectaculares visualmente, com um design de construção 3D muito bem conseguido, passando-nos sempre uma sensação diferente conforme a pista em que estamos. E o mesmo se pode dizer para o tipo de corrida que jogamos, seja com um carro antigo ou moderno, um carro de rali ou um buggy, a sensibilidade de controlo é totalmente diferente e esse é uma das componentes essenciais e de referência na série DiRT. Isto traduz-se ainda para as condições atmosféricas, sendo que da minha parte apenas detestei o terror que é conduzir sobre um tenebroso nevoeiro no Michigan que praticamente não me deixava ver um metro de pista à frente.

Para além da condução, DiRT 4 possui ainda uma interessante componente de gestão de equipas e veículos. Esta permite aos jogadores contratar pessoal técnico, personalizar os carros, aceitar patrocínios, assim como desenvolver as instalações das suas equipas. É graças a elas que, antes da corrida, nos chega informação técnica sobre as pistas que nos ajuda a definir que tipo de pneus usar, assim como definir a rigidez da suspensão e travões para que no final o resultado seja a vitória. À medida que conseguimos esse objectivo, vamos ganhando créditos que podemos depois usar para comprar novos carros que, claro, melhoram a nossa performance durante as corridas.

Uma última palavra ainda para o excelente trabalho de som que também já o era em DiRT Rally. Os sons das “latas” do carro que conduzimos continuam extremamente realistas e, para compor toda a experiência de jogo, a banda sonora que habitualmente anda entre o techno e o dance, volta e meia oferece-nos verdadeiras surpresas como a “No One Knows” dos Queens of the Stone Age.

Nevada_Buggy_2

DiRT 4 é um excelente jogo para os ases do volante que adoram empoeirar o carro enquanto derrapam pelas curvas de uma pista de terra batida. Com uma excelente atitude de boas vindas aos jogadores que entram pela primeira vez na série, oferecendo-lhes um modo de jogo dedicado exclusivamente à ambientação à jogabilidade DiRT, também os jogadores mais experientes têm o seu espaço com a aclamada experiência de simulação característica dos últimos jogos na série e que sobretudo resultou de uma forma clamorosa em DiRT Rally. Com um aspecto visual e sonoro que compõe todo o pacote de DiRT 4, esta é a experiência de condução que os fãs dos desportos motorizados vão querer comprar para as suas consolas e PC neste Verão de 2017.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This