“O culpado” | Lisa Ballantyne

“O culpado” | Lisa Ballantyne

Parábola de um passado mal arrumado

Lisa Ballantyne nasceu em Armadale, Escócia, e estudou Literatura Inglesa. Após trabalhar durante vários anos na China, nas áreas do desenvolvimento internacional e da educação, regressou ao Reino Unido em 2002, trabalhando actualmente na Universidade de Glasgow. Há cerca de dois anos, estreou-se no mundo literário com “O culpado” (Porto Editora, 2014), o seu primeiro romance, um romance com laivos de thriller.

Quando uma criança de oito anos é encontrada morta num parque infantil, as suspeitas recaem por inteiroem Sebastian, um rapaz de onze anos, aparência frágil e olhos ternos. Sebastian tem uma vida familiar conturbada, não parecendo dar grande importância à grave situação em que está envolvido.

Daniel Hunter, um advogado londrino em ascensão, é o escolhido para defender Sebastian, acreditando na sua inocência desde o primeiro contacto. À medida que o caso avança, Daniel encontra várias pontes em comum com Sebastian, obrigando-o a revisitar um passado feito de sucessivos lares de acolhimento e marcado por Minnie, a mulher que o adoptou e salvou mas a quem Daniel nunca conseguiu perdoar uma traição. Com a inevitável colisão entre presente e passado, Daniel vê-se cercado por uma inquietante questão: estarão as suas memórias e o passado em comum com Sebastian a impedi-lo de chegar à verdade?

Entre a emoção e o suspense, “O culpado” lê-se como uma parábola à (má) arrumação do passado, mostrando que, entre a verdade e a mentira, há uma linha bastante ténue, pela qual caminhamos, qual funâmbulos, sobre um arame suspenso a quilómetros do chão.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This