Shivaree @ Santiago Alquimista

Cantou e convenceu.

Dia 22 de Junho o Santiago Alquimista foi palco do último concerto da tournée de promoção do albúm “Who’s got trouble” dos Shivaree.

Uma sala quase cheia recebeu a banda de Ambrosia Parsley, que convenceu quem lá foi para a ver e ouvir.

Eram 22h20m, quando Ambrosia subiu ao palco para cantar a primeira de muitas músicas de mais um reencontro da banda norte-americana com os fãs portugueses.

O concerto arrancou ao som de “Little Black Mess”, de “Who’s got trouble”, álbum que foi tocado practicamente do príncipio ao fim.

Algumas músicas do primeiro álbum foram recordadas, não deixando de fora, como não poderia deixar de ser, o quase-“hit” “Goodnightmoon”.

Pelo meio Ambrosia aproveitou para contar, pela boca de uma amiga portuguesa (que traduzia o que miss Parsley lhe ia dizendo ao ouvido), uma história dos seus avós, de amor, traição e morte; cantar os parabéns a si própria; e expressar o seu “amor” por George W. Bush, a quem dedicou “I close my eyes”, “a song about torturing Bush”, disse.

Ambrosia passou grande parte do concerto de mãos nos bolsos e pediu desculpas pelo nervosismo. O ar de menina – cabelo atado com dois tótós, calças e t-shirt pretas, ténis de leopardo e a comer “candies” – convenceu a parte masculina que ocupava as primeiras filas, e não só. A voz segura, que se adaptou tanto às melodias mais calmas, como às mais agitadas, convenceu todos os que estavam na sala.

Resta lembrar que nos três encores houve espaço para uma versão de “Powderfinger”, de Neil Young, e uma canção de embalar, que a avó de miss Parsley lhe cantava para a adormecer, acompanhada apenas pela bateria, e pelas palmas da praxe.

O público gostou. Os Shivaree também. Venha outra digressão.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This