rdb_americanapparel_header

American Apparel

Cool, vintage and sexy.

A American Apparel é a maior fábrica, distribuidora, loja de t-shirts e produtos relacionados com este conceito na América do Norte. É conhecida pelas suas peças básicas. Recentemente começou a  produzir leggings, tops, mini-saias, roupa vintage, jeans e acessórios para homem, mulher, crianças, bebés e até para cães. Em suma é especialista em produtos básicos, mas com as identificativas bright colours.

Fundada em 1989 pelo canadiano Dov Charney, um homem fascinado pelas t-shirts e pela cultura americana, a American Apparel desde cedo começou a marcar tendência. Após um período de produção na Carolina do Sul a empresa mudou-se para a baixa Los Angeles onde hoje é a sua sede.

Se ainda não ouviste falar desta marca é por duas razões: ou estás muito mal informado/a ou és demasiado/a velho/a. É a verdade nua e crua. O objectivo da American Apparel é vestir a população mais jovem e urbana até os vinte e tais. É uma marca laid-back, desportiva, com um look vintage e sexy que define a geração que quer atingir.

A American Apparel acima de tudo é irreverente, não só nos seus produtos mas também como indústria, trabalha na contramão do que o mercado faz. Investe na chamada integração vertical, ou seja, todos os processos, desde a escolha do fio e cores até às campanhas publicitárias das colecções são feitas no mesmo prédio, no centro de Los Angeles, sem terciarização. É conhecida pelos seus anúncios provocadores, manifestação de pontos de vista políticos e uma política de não exploração de mão-de-obra, a empresa emprega quase 10 000 pessoas em todo o mundo é reconhecida também pelos seus bons salários.

Esta marca desenha, cria e imprime os seus próprios anúncios publicitários. São considerados os melhores da indústria, controversos e provocantes e diz-se que são fruto da inspiração do seu criador Dov Charney. Apesar de ser bastante criticada por associações feministas, a American Apparel continua com campanhas provocadoras exibindo geralmente uma bela parte da anatomia dos seus modelos (as últimas modelos eram actrizes porno conhecidas), como o prova o seu lookbook para a primavera 2010.

Recentemente no expoente da sua irreverência decidiu criar um concurso, mais uma vez sujeito à controvérsia: eleger o melhor rabiosque do mundo, usando a roupa interior American Apparel. Tratava-se de uma competição aberta a todos para a qual bastava submeter uma foto do traseiro, e esta seria postada directamente no site da marca e receber votos de qualquer visitante. O júri da American Apparel decidiu quem é o/a vencedor/a do concurso. Os 10 mais votados no site ganham um pacote de peças da marca com o valor de USD$300.

Entrar numa loja da American Apparel é fazer uma viagem no tempo até os anos oitenta. As cores, os tecidos e os cortes fazem lembrar os outfits usados nas aulas de aeróbia dos anos 80. Tudo muito ao estilo “The Fame”. Conta com mais de 270 lojas em 20 países. Infelizmente no nosso país ainda não, mas convido-vos a entrarem no site para que vejam as fotos e descobrir como podem criar um outfit sexy e cool apenas com peças básicas. Se decidires comprar vais descobrir que podes juntar mais um adjectivo a esta marca, apesar de tudo a marca é barata. Por apenas 60 euros tens um outfit sexy, moderno e clubby. O que é que esperas?



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This