Empty V

Deambulações instrumentais directamente da Margem Sul do rio Tejo. Mais um novo projecto para seguir com atenção.

A Margem Sul do Rio Tejo, e mais precisamente a cidade de Almada, sempre foi um pólo bastante importante no seio do panorama musical português. Desde o Hip-Hop ao Rock mais “clássico”, a oferta musical é vasta e a qualidade de alguns projectos é acima da média. Os Empty V são mais um caso desta relação cidade/qualidade. O Registo que nos chegou às mãos é o seu primeiro editado e vem na forma de um EP com o título “Experience EP”.

Embora o nome seja foneticamente bastante similar a uma conhecida estação de televisão (apenas pura coincidência, claro!), Empty V, “é um vírus oriundo do planeta “Yellow pig” que se desenvolve há tempo incerto, atravessando várias fases de alteração e estabilização da sua composição estrutural”, manifestando-se pela primeira vez em forma de álbum neste EP de estreia. Esta definição é-nos dada pelos próprios elementos da banda – Rui Lobato (bateria), Bruno Antunes (baixo) e Raul (guitarra) que, embora, se tenha estreado apenas em 2003 com este primeiro EP, já conta com oito anos de “carreira”.

Depois de conhecida a definição da banda, não é difícil de imaginar, que o som praticado seja um pouco diferente, invulgar e muito pouco convencional. Correcto. Mas o mais importante e agradável é a qualidade dos temas e a coerência que apresentam no meio de uma desorganização que, depois de escutada, se torna surpreendentemente organizada. Coloquem na mesma “panela”, um pouco de hard-rock, uma pitada sonoridades industriais e alguma electrónica. Temperem tudo com muita originalidade e espírito empreendedor. A mistura criada surge agora neste EP e marca com certeza o ponto de viragem deste projecto.

Constituído por seis temas onde a voz é praticamente esquecida, “Experience” é um bom cartão de visita para se conhecer este projecto, embora fique a sensação que ainda existe muito para experimentar e evoluir, deixando um caminho aberto para próximos trabalhos. Se tiverem um pouco de sorte e continuarem o excelente trabalho que têm vindo a realizar, certamente que com o tempo irão ter cada vez mais exposição e a sua música irá chegar aos ouvidos de cada vez mais pessoas.



Também poderás gostar


There are no comments

Add yours

Pin It on Pinterest

Share This