gotye_by_shwamantha-header

Gotye | “Making Mirrors”

Há momentos em que somos surpreendidos com trabalhos como este

Há músicas que nos fazem sentir bem. Há outras que nos fazem cantar. E há ainda outras que sabemos possuírem uma excelente composição musical, mas cuja sonoridade simplesmente não nos entra no ouvido. Mas depois há aqueles momentos em que somos surpreendidos com trabalhos como este.

O artista dá pelo nome cuja dicção é a mesma de um dos mais aclamado designers de moda do mundo – Gautier – mas escreve-se de forma diferente. Gotye nasceu na Bélgica, em Bruges, e sobe aos tops com o disco de que todos falam.

“Making Mirrors” não é disco de estreia, mas o cantor belga estreia-se com ele na ribalta. «Somebody That I Used To Know» é o single de lançamento, uma daquelas músicas de Primavera que ficam no ouvido, que nos fazem cantar, que fazem sentir bem e cuja composição musical é surpreendentemente sublime. E a qualidade é transversal ao disco. Se a música de lançamento é assinalável, igual sucesso terão músicas como «Eyes Wide Open» ou «Save Me», que se ouve em repeat em território Londrino. Um disco indie rock que foge ao que o tradicional indie rock faz. Música leve, para ouvir no carro a olhar para o mar ou simplesmente para partilhar…

Um aplauso para o senhor belga, por favor!



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This