Óscares 2013 – Vencedores

Óscares 2013

Noite de glória para Affleck, Lawrence, Hathaway e Bond. James Bond

Este Domingo à noite, em Los Angeles, teve lugar a grande festa do Cinema, a aguardada cerimónia dos Óscares, onde são premiados os melhores da indústria. A cerimónia não desiludiu de todo e foram os Óscares em toda a sua glória. A noite foi muito bem conduzida pelo apresentador Seth McFarlane que trouxe consigo o seu sentido de humor corrosivo vindo das suas séries “Family Guy” e “American Dad”. Desde a aparição surpresa de um capitão do espaço até à surpreendente dança entre Charlize Theron e Channing Tatum, foram muitas as peripécias brilhantemente criadas por MacFarlane para animar a noite.

Passemos pelos vencedores da noite. “Argo” foi o grande vencedor da noite, destronando o maior nomeado da noite, “Lincoln”, levando para casa o Óscar de Melhor Filme. É o segundo Óscar de Ben Affleck, quinze anos depois de “O Bom Rebelde”. Apesar de falhar a nomeação de Melhor Realizador, Affleck foi sem dúvida o homem da noite. Daniel Day Lewis volta a conquistar mais um Óscar para o seu currículo impressionante, graças a “Lincoln”. Jennifer Lawrence conquista o seu primeiro Óscar graças ao seu fabuloso desempenho na comédia indie “Guia para um Final Feliz”, vencendo assim uma também fabulosa Jessica Chastain. Nomeada por duas vezes numa idade tão jovem, Lawrence tem pela sua frente uma carreira imortal no Cinema. Anne Hathaway conquistou o Óscar de Melhor Actriz Secundária por “Os Miseráveis” e Christopher Waltz volta a conquistar o Óscar de Melhor Actor Secundário quatro anos após “Sacanas Sem Lei”, graças a “Django Libertado”. Dezoito Anos depois de “Pulp Fiction”, Quentin Tarantino volta a ganhar o Óscar de Melhor Argumento Original por “Django Libertado”. Ang Lee venceu Steven Spielberg pelo Óscar de Melhor Realizador e Michael Haneke conquistou o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro pelo aclamado “Amour”. “Brave-Indomável” ganhou o Óscar de Melhor Filme de Animação, demonstrando mais uma vez o domínio da Pixar.

Um dos grandes homenageados da noite foi o agente secreto mais famoso do mundo: James Bond. Infelizmente, os seis actores que deram vida ao herói de Ian Fleming estiveram ausentes mas Bond mereceu uma bela homenagem graças a Adele, que ganhou o Óscar de Melhor Canção Original por «007-Skyfall», e a lendária Shirley Bassey, responsável pela canção «Goldfinger». A Academia fez bem em não deixar de lado os 50 anos de uma das sagas mais emblemáticas da história do Cinema. Quanto a “007-Skyfall”, ganhou o Óscar de Melhor mistura do Som juntamente com “00.30 – A Hora mais Negra”, algo que já se viu em edições anteriores dos Óscares.

Termina assim uma cerimónia dos Óscares da Academia que volta a premiar os melhores da indústria cinematográfica. Foi mais uma noite mágica na Kodak Theatre em Los Angeles absolutamente inesquecível.

Melhor Filme
“Argo”

Melhor Realizador
Ang Lee, por “Life of Pi”

Melhor Actor
Daniel Day-Lewis, em “Lincoln”

Melhor Actriz
Jennifer Lawrence, em “Silver Linings Playbook”

Melhor Actor Secundário
Christoph Waltz, em “Django Unchained”

Melhor Actriz Secundária
Anne Hathaway, em “Les Misérables”

Melhor Argumento Original
“Django Unchained”

Melhor Argumento Adaptado
“Argo”

Melhor Filme de Animação
“Brave”

Melhor Filme Estrangeiro
“Amour” (Áustria)

Melhor Documentário
“Searching For Sugar Man”

Melhor Design de Produção
“Lincoln”

Melhor Fotografia
“Life of Pi”

Melhor Guarda-Roupa
“Anna Karenina”

Melhor Montagem
“Argo”

Melhor Maquilhagem e Cabelo
“Les Misérables”

Melhor Banda Sonora Original
“Life of Pi”, de Mychael Danna

Melhor Canção Original
“Skyfall”, de “Skyfall”

Melhor Mistura de Som
“Les Misérables”

Melhores Efeitos Visuais
“Life of Pi”

Melhor Curta de Animação
“O Rapaz do Papel”

Melhor Curta Live-Action
“Curfew”

Melhor Curta Documental
“Inocente”
“Relacionado”



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This