“Argo”

“Argo”

O grande vencedor na noite dos Óscares

Um thriller interpretado e realizado pelo conhecido actor, mas também realizador e produtor, Ben Affleck. A história retrata o salvamento, por parte de um homem que trabalhava para a CIA, de quatro cidadãos norte-americanos presos no Irão após a invasão à embaixada americana naquele País, aquando da revolução iraniana em 1979. Para conseguir esta proeza, Tony Mendez, protagonista interpretado por Ben Affleck, decide utilizar como disfarce o facto de ser produtor de cinema de Hollywood e ter como objectivo filmar uma película de ficção científica no Irão com a sua equipa de actores e produtores (os seis diplomatas supostamente canadianos). “Argo” baseia-se em factos reais, recria a operação de resgate Canadian Caper que envolveu o governo canadiano e a CIA. O filme que serviu de disfarce ao salvamento foi uma adaptação do romance de Roger Zelazny, “Lord of Light”, do produtor Barry Geller. O nome “Argo” foi o nome escolhido por Geller para o seu filme de ficção científica que nunca chegou às salas de cinema, mais tarde utilizado pela CIA para salvar os cidadãos presos em Teerão.

Ben Affleck teve bem mais sucesso com este filme do que Barry, e acaba de obter quatro estatuetas douradas: Óscar de melhor filme (Produtores: Grant Heslov, Ben Affleck and George Clooney), melhor fotografia, melhor edição de vídeo (William Goldenberg) e melhor argumento adaptado (Chris Terrio). “Argo”, na categoria de melhor filme, competia directamente com: “A Vida de Pi”, “00:30 Hora Negra”, “Amor”, “Os Miseráveis”, “Guia para um Final Feliz”, “Django Libertado”, “Lincoln” e “Bestas do Sul Selvagem”. Ben Affleck foi também nomeado para a categoria de melhor realizador, cujo vencedor foi Ang Lee com o filme “A Vida de Pi”.

Os factos reais em que se baseia a história já são denunciadores do que o filme irá revelar, no entanto Ben Affleck consegue dramatizar com certo empenho a narrativa e como realizador foi exigente na montagem do filme, fazendo questão de que o mesmo fosse gravado a película e que posteriormente os efeitos de edição o tornassem fiável como tendo sido rodado nos anos 70.

Independentemente da controvérsia quanto ao facto de o seu filme ser ou não um retrato fidedigno da história real, Ben Affleck teve um merecido ano de sucesso.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This