Destaques do dia de abertura – 18 de Outubro

Chegou a 10ª edição do Doclisboa! Durante o mês de Outubro o mundo inteiro cabe em Lisboa. O festival inaugura esta quinta-feira, às 21h30 com o filme “A Última Vez que vi Macau”, de João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata. Pela primeira vez é realizada uma retrospectiva integral da obra de Chantal Akerman. Assim, com co-produção da Cinemateca Portuguesa, o Doclisboa inicia esta retrospectiva com o filme “Demain on déménage”. “Age is…” inaugura a secção Riscos, que procura homenagear os realizadores Chris Marker, Marcel Hanoun e Stephen Dowskin (realizador do filme hoje exibido). A secção Retratos abre com o documentário “Milos Forman: Co tě nezabije…” sobre o aclamado realizador.

SESSÃO DE ABERTURA

“A Última Vez que vi Macau”, de João Pedro Rodrigues, João Rui Guerra da Mata
82′ / Portugal, França / 2012

18 OUT – 21.30, Culturgest – GA
*Este filme integra a competição internacional (longas-metragens).

Dois realizadores partem para Macau numa aventura de descoberta de uma cidade-labirinto, fascinante e multicultural, onde as memórias de infância no Oriente de um dialogam com as memórias ficcionadas do Oriente do outro, construídas pelos códigos do cinema, da literatura e da pintura, criando um álbum de geografia física e emocional.

RISCOS

“Age is…” de Stephen Dwoskin
73′ / França, Reino Unido / 2012

18 OUT – 21.15, Londres – Sala 2

Uma meditação sobre a experiência subjectiva e os conceitos culturais de envelhecer. Uma ode à textura, beleza e singularidade de rostos e silhuetas em envelhecimento, um poema hipnótico feito de observações longas de detalhes minúsculos. Um gesto, uma pausa, um olhar, um momento. A intimidade foi sempre o mais importante nos seus filmes.

RETROSPECTIVA CHANTAL AKERMAN

“Demain on déménage / Tomorrow we move” de Chantal Akerman
110′ / Bélgica, França / 2004

18 OUT – 21.30, Nimas

Catherine volta a viver com a filha. A mãe é música; a filha é escritora. Para trabalhar em sossego, ela quer arrendar um pequeno apartamento. A menos que venda o duplex e se mude para uma casa grande no campo com a mãe… Num turbilhão incessante, agentes imobiliários e potenciais compradores invadem a vida das duas mulheres.

INVESTIGAÇÕES

“Nuukuria Neishon / Nuclear Nation” de Atsushi Funahashi
145′ / Japão / 2012

18 OUT – 21.45, Londres – Sala 1

Um documentário sobre o exílio dos habitantes de Futaba, a região onde se situa a central nuclear de Fukushima Daiichi. No dia seguinte ao terramoto de magnitude 9.0 de 11 de Março de 2011, os habitantes de Futaba ouviram a explosão de hidrogénio no reactor 1 e choveu-lhes pó radioactivo em cima. A cidade foi toda designada como ‘zona de exclusão’.

RETRATOS

“Milos Forman: Co tě nezabije… / Milos Forman: what doesn’t kill you…” de Milos Smídmajer
100′ / República Checa / 2009

18 OUT – 22.00, Culturgest – PA

Nos últimos quinze anos, a vida de Milos Forman sofreu muitas e grandes mudanças. Milos Smídmajer regressou a este personagem entusiasmante e maior do que a vida. Filmando ao longo de cinco anos, conseguiu aclarar alguns dos aspectos da vida íntima de Forman que continuam a inspirá-lo para fazer filmes profundos e coerentes.



Também poderás gostar


There are no comments

Add yours

Pin It on Pinterest

Share This