Stefano_Savio

Entrevista Stefano Savio

Entrevistamos o Director do 8½ Festa do Cinema Italiano

Estivemos à conversa com Stefano Savio, director da 9ª edição do 8½ Festa do Cinema Italiano.

O filme Fellini 8 ½ é o ponto de partida para o festival. É o nome do Festa por alguma razão em particular?

Porque é o filme que eu gosto mais. Foi uma escolha gráfica também porque não precisava de tradução. Escolhemos o oito e meio como um símbolo.

Houve um ano em que as sessões dos filmes começavam às 8.30 da noite, é uma espécie de brincadeira com isso, no ano seguinte cresceu e já não era uma sessão só às 8.30h.

Tem, também, alguma coisa a ver com o simbolismo do filme Fellini 8½ que evoluiu do neorealismo puro para falar mais de sonho?

Talvez. É um filme que fala do cinema, com uma ideia mais abrangente da criatividade, da ideia do cinema… Fala de produtores, de realizadores, de como se faz um filme.

Fellini é o símbolo máximo da época de ouro do cinema italiano?

Fellini é um dos símbolos. É o que simbolicamente ficou mais não é o único, Pasolini, Antonioni. Agora, Fellini é eficaz e transversal em conseguir comunicar o que é o cinema italiano.

Quais os critérios de selecção dos filmes para a Festa?

Escolhemos os mais interessantes, bom cinema, temos uma boa mostra completa da produção cinematográfica, houve escolha de abranger o festival a outro tipo de cinema sem ser o de autor. Abrir a um cinema mais para o público além do autoral.

O contexto sócio-económico do cenário mundial reflecte-se na Festa?

Há muito cinema de fantasia, falar de realidade mas com simbolismo em forma de fábula. É uma capacidade do cinema italiano sair de certas formas de retratar o real. Fala-se sempre de realidade mas com outros parâmetros, com códigos diferentes.

O que destaca nesta edição?

O filme “Per amor vostro” de Giuseppe Gaudino, por exemplo. Também um documentário e homenagem com António Tabucchi, um embaixador da cultura italiana em Portugal. Também o mostrar uma visita guiada ao Museo gli Uffizi em Florença onde se pode ver obras primas de Michelangelo, Leonardo da Vinci, Boticelli.

 

 



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This