Festa do Jazz

O Teatro S.Luiz recebe, mais uma vez, o melhor do jazz nacional em dois dias repletos de concertos e actividades.

A 3º Festa do Jazz do S. Luiz está à porta. Nos dias 2 e 3 de Abril, das 12 às 2 da manhã, o teatro do Chiado abre pela terceira vez as portas a uma festa que, embora jovem, veio para ficar.

Com produção da Associação Sons da Lusofonia, vem mostrar-se assim o jazz que se aprende e se faz por cá. Em dois dias cheios de actividade, repartindo-se pela sala principal do teatro, a sala estúdio Mário Viegas, o Jardim do Inverno ou o Café dos Teatros, reúnem-se alguns dos mais importantes nomes da cena jazz nacional, como é o caso de Maria João e Mário Laginha, mostrando a sua “Tralha”, o Quinteto de Pedro Moreira, quarteto de cordas incluído, Carlos Barreto chegando de “Lokomotiv” com Jorge Pardo nos sopros, entre outros tantos. As escolas de jazz nacionais, como tem sido tradição e objectivo desta festa, vêm para tocar, enchendo as tardes do S. Luiz e revelando talentos.

Sábado, dia 2, tocam algumas escolas de Jazz como a escola JB Jazz ou o Hot Clube, entre outras. Um dos concertos mais esperados é o da Reunion Big Jazz Band, pelas 19 horas, com Klaus Nymark na direcção e alegria e descontracção do colectivo. Para continuar em alta o primeiro dia, nada melhor do que “Tralha” para os ouvidos pela mão de Maria João e Mário Laginha, a partir das 21.30. Com Mário Delgado na guitarra, Yuri Daniel no contrabaixo e Alexandre Frazão na bateria.

A festa tem direito a Ensemble dedicado, fechando este dia de festa com temas de Laurent Filipe, André Fernandes, Carlos Filipe. Vasco Mendonça, João Paulo Esteves da Silva e Daniel Schvetz. Nuno Ferreira dá melodia ao ensemble, composto por mais 6 nomes. O sexteto da ESMAE (escola Superior de Música e das Artes do Espectáculo), vencedor do concurso de escolas do ano passado, tem direito a fechar os dois dias da festa, tendo ainda como responsabilidade controlar as Jam Sessions.

Acaba um dia, começa o outro, por sinal o último da Festa. Dois dias sabe a pouco. Andreia Pinto Correia Jazz Orchestra, com a própria na direcção e composição, vem mostrar o seu talento, que lhe valeu já alguns prémios nos EUA. Às 19:00 estreia-se em Portugal na qualidade de compositora. Pelas 21:30, chega a “Lokomotiv” de Carlos Barreto, a todo o gás. Nas carruagens temos Mário Delgado nas guitarras, José Salgueiro na bateria e percussão e Jorge Pardo no saxofone tenor e flauta, este uma referência do Flamenco-Jazz de nuestros hermanos. Pelas 23:00 chega a vez do Quinteto de Pedro Moreira + Quarteto de cordas subir ao palco. Uma síntese de música erudita e jazz, será possível?

Há Masterclasses para os alunos das diversas escolas, nos instrumentos de saxofone (Perico Sambeat), bateria (Marc Miralta), contrabaixo (Carlos Barreto) e guitarra (Pedro Madaleno). Aprende-se por aqui. E como sempre, também haverá um júri que irá examinar o desempenho dos solistas e os combos no geral, sendo composto por 3 membros, como Rui Neves e Manuel Jorge Veloso (o 3º membro é secreto).

Há festa no S. Luiz.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This